Victoria Beckham estrelou a capa e recheio da revista Elle britânica de março e em uma entrevista reveladora, a estilista falou sobre sua frágil autoestima. A ex-cantora disse o motivo de ter mudado de carreira e ingressado no mundo da moda:

“Nunca foi minha intenção provar nada a ninguém. Eu queria provar para mim mesma que eu poderia fazer isso. Eu não tenho que trabalhar, eu preciso trabalhar”.

Ela prosseguiu falando sobre trabalho: “Os meus colegas [os estilistas], nunca receberam nada de mão beijada, eles trabalharam duro. A mim também nunca me foi dado nada. Mas eu tenho uma boa ética de trabalho; David tem uma ética de trabalho incrível. Eu quero que meus filhos também tenham isso”. Ela prosseguiu: “Acredito que você pode conseguir qualquer coisa se trabalhar duro o suficiente para obtê-lo”, disse.

A senhora Beckham também falou sobre seu lado controlador e que acha difícil confiar nas pessoas: “Você tem que confiar nas pessoas, mas porque sou maníaca por controle, às vezes isso é difícil para mim, pois quero gerenciar absolutamente tudo. Eu não posso relaxar, mas estou tentando fazer mais isso. É difícil, porque tenho uma visão tão específica”, disse.

Sobre os tempos em que subia aos palcos na pele da Posh Spice da banda Spice Girls, Victoria revelou que se sentia preterida em relação às outras integrantes do grupo: “Quando eu estava no palco com as Spice Girls, eu achava que as pessoas estavam lá para ver as outras quatro e não a mim”.

Ainda hoje, mesmo tendo conquistado tanto sucesso na carreira ela ainda não se sente querida pelo público: “Quando eu saio com o David (Beckham) e as pessoas tiram fotos eu penso, ‘Eles estão aqui para tirar uma foto de David'”, disse.

Victoria Beckham revela que sua carreira na moda a ajudou com sua baixa autoestima

Sem mais artigos