Alanis Morissette já declarou que gosta de andar nua em sua casa. Mas ninguém sabia que a cantora canadense teria coragem de tirar a roupa em público. Na entrega do Prêmio Juno – versão canadense do Grammy – em Edmonton, Canadá, a roqueira ironizou o episódio dos seios de Janet Jackson e ficou quase pelada em protesto à censura norte-americana.

A nudez só não foi completa porque Alanis vestia um colant, com os seios e pelos pubianos estampados, por baixo do vestido que usava e que com classe deixou cair. A cantora falou para público que o Canadá é um país “onde acha-se o corpo humano bonito e não se tem medo dos seios de uma mulher…” “…Estou orgulhosa de poder estar aqui e fazer isto”.

Sem mais artigos