Alok conversa com Mapu Huni Kuin sobre novo projeto

Já famoso em cada canto do mundo, o DJ brasileiro Alok, super respeitado pela carreira e pelos sucessos na música eletrônica, agora se prepara para o primeiro álbum autoral. E vai mais além, iniciando um projeto documental sobre a vida e cultura indígena.

Em parceria com a produtora Maria Farinha Filmes, Alok mergulha em conhecimento e se dedica ao projeto que mostra a importância de um futuro que honre as nossas origens.

A minissérie documental irá retratar musicalmente a jornada dos ativistas indígenas Célia Xakriabá, Kunumi MC, Mapu Huni Kuin, Tashka Yawanawa, e lideranças musicais dos povos Kariri-Xocó, Huni Kuin, Yawanawa e Guarani.

A ideia central é compartilhar, através de suas sonoridades, as experiências, perspectivas e ideias sobre passado, presente e futuro. As sementes sonoras desse projeto vão dar nascimento ao primeiro álbum autoral da carreira de Alok e sua renda será integralmente revertida para apoio aos povos indígenas participantes.

O DJ falou sobre o projeto. A minha forte conexão com os povos indígenas e meu respeito às suas histórias me despertaram a vontade de promover esta imersão com eles”.

“Juntos vamos compor faixas com os povos Yawanawa, Kariri-Xocó, Huni Kuin e Guarani e os resultados desse trabalho serão integralmente revertidos às suas aldeias”.

Sem mais artigos