Taylor Swift

Taylor Swift

Um dia após Taylor Swift ter criticado a Apple Music pela intenção da nova plataforma de streaming de não remunerar os artistas nos três primeiros meses. Neste período, chamado pela companhia de “teste”, os usuários terão acesso gratuito ao conteúdo.

“Nós ouvimos você @taylorswift13 e artistas independentes. Com amor, Apple”, respondeu o executivo da companhia Eddy Cue, indicando a mudança de ideia. Em entrevista à Billboard, o executivo disse que eles já estavam ouvindo muitas reclamações de artistas independentes.

Em uma carta aberta à Apple, Taylor detonou: “Nós não pedimos iPhones de graça. Por favor, não nos peça para dar nossa música para você sem nenhuma compensação”.

Após ficar sabendo do recuo, a cantora de Shake It Off agradeceu aos fãs. “Estou exultante e aliviada. Obrigado pelas palavras e pelo apoio. Eles nos ouviram”, comemorou a diva no microblog.

A Apple Music será lançado em 30 de junho e custará US$ 9,99 por mês nos Estados Unidos por pessoa ou US$ 14,99 por família.

Sem mais artigos