Beck

Beck

Beck Hansen pretende mostrar que é mesmo herdeiro da dinastia cameleônica de David Bowie. Seu novo single, Dreams, lançado esta semana é todo trabalhado no pop e na música dançante.

Dreams indica que após o folk eletrônico de Morning Phase (2014), o ícone deve voltar a tentar emplacar hits, coisa que ele não faz desde os tempos de Looser, do álbum Mellow Gold (93), e Devils Haircut, de Odelay (96).

Beck é daqueles caras que mesmo quando erra acerta. Alguns de seus trabalhos, no entanto, são bem melancólicos e conceituais. É bom tê-lo de volta às pistas.

Sem mais artigos