O primeiro clipe de Valesca Popuzuda, Beijinho No Ombro ultrapassou a marca de 670 mil visualizações neste domingo (29), dois dias após ter sido lançado. A superprodução trash é vista com voracidade memética digna de popstar gringo.

Veja Valesca Popozuda – Beijinho No Ombro

O jornal mineiro Super Notícia citando genericamente “dados que circulam na imprensa” afirmou que a gravação consumiu R$ 437 mil. Talvez seja exagero, mas não deve ter sido barato o aluguel de todos aqueles bichos. Falcão e tigre mais precisamente.
A gravação do “filme” de 7min44s rolou no Castelo de Itaipava, na Região Serrana do Rio de Janeiro, espécie de Campos do Jordão dos cariocas. 
A inspiração óbvia é o monarchic de Beyoncé, mas o resultado é próximo ao que acontece quando se esquece que o Brasil não teve Idade Média. Se o chavão “falem mal, mas falem de mim”, contudo, sempre se aplica no pop, então, beijinho no ombro.

Só a título de comparação, o clipe de Crisântemo do artista considerado por muitos críticos como o melhor da música nacional em 2013, Emicida, obteve 513 mil visualizações desde que foi lançada há sete meses.

 
 
Sem mais artigos