Trecho retirado de uma entrevista do site igirl.

E os punks? Por que odiá-los tanto?
De novo falo por mim: o punk é um inútil. É alguém que acredita em anarquia, o que é utópico. E eu não vivo de sonho. O punk é um coitado de um hippie que cortou o cabelo. Ele se droga, se prostitui, tudo em nome de uma liberdade que, na verdade, não passa de libertinagem. Os punks me incomodam. Se eu ajo com violência? A violência pode ou não acontecer, ninguém a procura, não é uma causa, é um efeito. Um efeito colateral.

Eu não conheço esse indivíduo, não tenho o menor interesse e não vou perder meu tempo aqui contestando o que ele acredita ou deixa de acreditar, isso é problema dele. Sei lá… Meu objetivo aqui é explicar um pouco do que eu conheço sobre o punk e
defender meu ponto de vista.

O movimento punk é um modo de criticar a realidade dos dias de hoje, é uma luta contra a falta de questionamento sobre regras e valores sociais estabelecidos. É um movimento que procura respeitar cada indivíduo, sem discriminá-lo.

Infelizmente, imagem que pessoas ignorantes têm formado hoje em dia sobre punks é que são vândalos, drogados, maníacos sexuais e caras de moicano. Os punks buscam através da música, roupas e várias outras atitudes mostrar que é possível fazer a diferença e lutar por um mundo melhor. E por mais que isso pareça sonhador, inalcançável, bobo, ou seja lá o que as pessoas queiram achar, é na verdade um modo de falar basta a essas condições em que vivemos.

O Punk não está tentando mudar o mundo de uma vez só, ele sabe que a mudança só vai acontecer a partir do momento em que as pessoas começarem a se conscientizar de que é preciso mudar a si mesmo e de que mudanças são possíveis. Punk simplesmente se nega a aceitar esse lixo cultural imposto pela sociedade, e sua maneira de negar esse tipo de coisa, e protestando.

O Movimento punk está em busca de uma LIBERDADE, não é de modo ALGUM um tipo de libertinagem… Porra, devasso, depravado, incrédulo, ímpio? De onde o cara me tira isso? A liberdade que o punk procura é de poder se expressar, sem sofrer repressões.

“Não quero que minha casa seja cercada por muros de todos os lados e que as minhas janelas estejam tapadas. Quero que as culturas de todos os povos andem pela minha casa com o máximo de liberdade”. Mahatma Gandhi

No movimento punk, a visão de anarquia deles não é apenas uma utopia, é uma maneira de tentar fazer as coisas diferente.

(…) “O punk é anarquista por essência, é libertário por convicção e não por conveniência, por isso ele anarquiza o cotidiano e cotidianiza o anarquismo. Estão todos juntos pela mesma causa, mas cada um é anarquista da sua forma, do seu jeito, por isso cada um tem seus métodos, na maioria das vezes a “ação direta”, mas o que é mais importante é que faça valer o seu lema ” do it by yourself”(faça você mesmo), por isso o punk além do altruísmo, significa também “responsabilidade. Sua rebeldia não é a toa e sua revolta é crescente, a sociedade está em decadência e tudo o que nos rodeia, nos transmite repúdio. Pois ele ama o seu ódio e o amor, a coragem e o ódio juntos são mais fortes do que a hipocrisia e a ganância, mas o seu coração é muito forte e por isso resiste até o fim, pois ele faz acontecer! (…).

(…) Não nada do punk é moda, e sim um “modo” de vida. Esse grupo apresenta um conjunto de valores e idéias que, normalmente, se contrapõe à ideologia vigente. Um jovem ao raspar parte do cabelo (moicano) ou pintá-lo de verde ou qualquer outra cor que seja diferente, deseja de alguma forma chocar e agredir os valores sociais que julgam conservadores, ou melhor, “primitivos”. É uma forma particular e ao mesmo tempo grupal de protestos. O visual punk (que você deve pensar que é ridículo) é a negação do consumismo e todos os padrões estéticos vigentes, apesar de representar também o caos em que vivemos. A sua simplicidade é uma forma de protesto contra a classe dominante. Mas apesar de ser o visual uma grande forma que contribui, o punk não se identifica apenas pelo visual e sim por sua postura ideológica e principalmente “suas atitudes”. (…). Bal Thrascore

O punk simplesmente está aí criticando a falta de atitude do governo, atitude das pessoas, pois se nega a olha pro outro lado e se conformar, e muita vezes é visto como o causador de caos, um revoltado, alguém que só está querendo aparecer. Bom, sempre tem o famoso revoltado sem causa, que só por usar um moicano e uma camiseta de banda, se acha punk, mas não passa de um idiota, e acaba manchando a imagem do que é realmente o movimento punk.E são esses que contribuem mais ainda pra imagem errônea que vem sido formada pelas pessoas. Já vivemos num mundo cheio de idiotas sem o menor senso crítico, num lugar que as
regras são estabelecidas pela burguesia, onde o governo nega a educação, um lugar cheio de pessoas corruptas, que exploram os desafortunados e ignorantes, que não sabem formar uma opinião.

“Fomos obrigados a aceitar
O nosso papel de cidadão
Levar nossas vidas sem pensar
Nos encaixar nos moldes do padrão”.
Sugar kane

“Quando são eles os que perseguem, prendem e matam, é a lei. Quando somos nós é crime.
Quando eles governam é democracia. Quando nós governamos é anarquia.
Quando eles exigem é justiça. Quando nós exigimos é rebelião.
Quando eles mandam é paz. Quando nós mandamos é guerra.
Quando eles falam é pra atender. Quando nós falamos é pra tampar os ouvidos.
Quando eles mandam é a estabilidade. Quando nós mandamos é um terremoto”.
(Comitê Clandestino Revolucionário Indígena).

Sobre esse comentário, fico sem palavras pra descrever o que eu senti ao ler.

(…) se droga, se prostitui, tudo em nome de uma liberdade (…)

O Significado de punk não é de um cara drogado, que faz sexo promíscuo, o punk não está preocupado em seguir esses falsos valores estabelecidos pelas pessoas. Ele acredita que cada um vive sua vida como quer, se você quer se drogar, se drogar, FODA-SE, o corpo é seu, a vida é sua…Quer fazer sexo, faz, FODA-SE, a escolha é sua…Cada um é responsável pelos seus atos e não cabe a mim nem a ninguém te falar como você deve viver.

“Straight Edge”

STRAIGHT EDGE
Eu sou uma pessoa como você
Mas tenho coisas melhores para fazer
Do que ficar sentado e foder a minha cabeça
Andar com mortos vivos
Cafungar merda branca para dentro do nariz
Desmaiar nos shows
Nem mesmo penso em bolinhas
É algo de que eu simplesmente não preciso
Eu tenho o Straight Edge
Eu sou uma pessoa como você
Mas tenho coisas melhores para fazer
Do que ficar sentado e fumar maconha
Porque sei que posso lidar (com a vida)
Rio de pensar em tomar tranquilizantes
Rio de pensar em cheirar cola
Sempre estarei em contato
Nunca quero usar uma muleta

O Portal Virgula não se responsabiliza pelo conteúdo deste texto

Sem mais artigos