Conhecido por escrever letras que falam de violência, política, diferenças sociais e até de ‘louras burras’, Gabriel o Pensador foi recebido com sucesso no mundo da literatura infantil e faturou o prêmio Jabuti de melhor livro infantil por Um Garoto chamado Rorbeto.

Lançado em 2005, o livro sucede o primeiro escrito por Gabriel em 1992, Diário Noturno, com temas mais adultos.

Como o próprio nome do livro sugere, a história é de um garoto que enfrenta o dilema de ser diferente, já que um erro de português fez com se chamasse Rorbeto ao invés de Roberto.

Escrito por Gabriel em versos, o livro traz ilustrações de Daniel Bueno.

Sem mais artigos