O trio The xx, um dos grandes fenômenos da música indie do Reino Unido, brilhou nesta quinta-feira em sua apresentação no Rio de Janeiro diante de 4 mil pessoas que pareciam flutuar com o rock minimalista da banda, que mistura elementos de música eletrônica.

A banda correspondeu às expectativas após ter se transformado em um grupo de referência entre os “hipsters” e de ter chamado a atenção de Shakira, que gravou uma versão de Islands, do primeiro disco, xx (2009).

O trio de britânicos com cara de tímidos e assustados apresentou no Vivo Rio seu segundo trabalho, “Coexist”, em uma turnê que já percorreu toda a Europa e a maior parte das Américas. A reta final da viagem começou hoje pelo Rio de Janeiro e seguirá para São Paulo e Cidade do México.

O show começou com mais de uma hora de atraso o que contribuiu para causar mais expectativa entre os presentes, na primeira oportunidade de ver o grupo ao vivo.

“Try”, um dos sucessos do segundo disco, foi a música de abertura do espetáculo no Rio.

“Este é o primeiro show de nossas vidas no Brasil”, disseram em seu primeiro contato com o público, que recebeu o grupo com muitos aplausos.

Depois veio “Crystalized”, seu tema mais lento e também o mais sensual. Talvez, por esse motivo, foi a música que mais promoveu a união dos casais durante a noite. Carícias, beijos e abraços podiam ser vistos entre os muitos pares presentes no Vivo Rio.

“Islands” também teve boa aceitação e foi cantada pelos fãs. Os britânicos se despediram com “Infinity”, mas o público se negou a deixar o local. Após muitos gritos, o The xx voltou ao palco e tocou “Intro”, seu único tema instrumental.

Em seguida, os londrinos presentearam o público com “Angels”, o primeiro single do segundo disco e que foi cantada em uníssono pelo público.

No final da apresentação, o grupo afirmou que espera “voltar em breve” ao país e foi bastante aplaudido pelo público carioca.

Sem mais artigos