Você provavelmente já viu mais gente vestindo camisetas do Misfits por aí que ouvindo sua música, certo? A banda, que volta a São Paulo para um show no dia 27 de abril, pertence ao grupo que tem os Ramones como ícone máximo, de bandas que ganharam as ruas e inspiram até mesmo o fast fashion.

Ouça The Misfits – Die Die My Darling


Anitta é uma que costuma aparecer com camiseta dos Ramones. Outros famosos adeptos do estilo são Miley Cyrus, Robert Pattison, Kristen StewartHarry Styles, Demi Lovato, Megan Fox. Em vez de imitá-los, no entanto, é sempre recomendável fazer o dever de casa e ouvir a banda que você está propagandeando pelas ruas.

Ramones ao vivo em 1977

Prova de que o alcance dessas roupas vai além das lojas de nicho, como as da Galeria do Rock, em São Paulo, AC/DC, Beatles, David Bowie, Kiss e Sex Pistols são as bandas que inspiram uma coleção na Riachuelo. Já a Renner lançou camisetas dos Ramones, Queen e Rolling Stones.  

David Bowie – Let’s Dance

Se você não quer pagar o mico de não conhecer pelo menos uma música da banda que você está vestindo, é só dar uma lida neste guia rápido que preparamos pra você:

QUEEN

Formada em Londres, em 71, é uma das bandas mais bem-sucedidas comercialmente de todos os tempos. Freddie Mercury, Brian May, John Deacon e Roger Taylor sempre serão lembrados como grandes instrumentistas e compositores de hinos como Will Rock You e We Are the Champions.

RAMONES

Um dos pilares do punk rock, surgidos no Queens, em Nova York. Depois deles, nunca mais as jaquetas de couro foram as mesmas, assim como a contagem 1, 2, 3, 4.

AC/DC

Criada pelos irmãos Malcolm e Angus Young em 1973, na Austrália, entrou para a mitologia do rock, com álbuns como Highway to Hell, Back in Black e For Those About To Rock (We Salut You). O visual de Angus Young, de roupa social e bermuda, é um fundamento do gênero.

MISFITS

Ícone do horror punk, subgênero do punk rock criado por eles, os Misfits foram fundados em 1977, em Nova Jersey, por Glenn Danzig, que não pertence maiis ao grupo. São cultuados mais por seu visual macabro do que pela música. 

SEX PISTOLS

Banda de extrema importância na música e no estilo de várias gerações. Apesar de não terem sido pioneiros no punk rock, nem musicalmente grandes coisas, personificaram a relação entre moda e música, publicidade e hype. Sid Vicious, o baixista que tocava com o amplificador desligado, mostrou que a fama pode ser fatal.

MÖTLEY CRÜE

Expoente do glam metal. Formada em Los Angeles, em  1981, nasceu pelas mãos do baixista Nikki Sixx e pelo baterista Tommy Lee – também conhecido pela sex tape que protagonizou com sua ex-mulher, Pamela Anderson.

BEATLES 

Bem, se você não conhece os Beatles, provavelmente, veio de outro planeta. Bem-vindo à Terra, então. 

ROLLING STONES

Vá para o verbete anterior ;-9

KISS

Criado em Nova York, em 1973, o Kiss elevou as perfomances do rock ao status de arte, em uma trilha aberta por Alice Cooper. A liturgia própria do grupo envolve rostos pintados de preto e branco, pirotecnia, baterias suspensas e todo o tipo de recurso cênico. Rock and Roll All Nite está entre seus maiores hits.

DAVID BOWIE

Por ter mudado muito de visual e som, experimentando diferentes vertentes, é vulgarmente chamado de Camaleão do Rock, apelido que detesta. Bowie é um artista completo, que revolucionou o mundo não apenas por ter criado músicas como Space Oddity, Starman e Let´s Dance, mas também pela moda, arte, design e costumes. Seus personagens como Ziggy Stardust e Aladdin Sane são referência para qualquer artista surgido depois dele, seja de qual galáxia.

JOY DIVISION

Embrião do New Order, do hit Blue Monday, o Joy Division originalmente se chamava Warsaw e consistia em Ian Curtis, Bernard Sumner, Peter Hook e Stephen Morris. Acabou com a morte de Curtis, mas sua atualidade e influência se tornaram permanentes.   

PINK FLOYD

A banda inglesa é um ícone da vertente progressiva do rock. Surgiu no fim dos anos 60 e tem em sua discografia clássicos como Dark Side of the Moon (1973), Wish You Were Here (1975), Animals (1977), The Wall (1979). Estabeleceram parâmetros para a música psicodélica, assim como o Grateful Dead fez nos Estados Unidos.

IRON MAIDEN

Criada pelo baixista Steve Harris na Londres de 1975 permanece na ativa e altamente influente. Desde os anos 80, seus integrantes ampliaram o arco de interesse do metal para além das referências ao demônio e coisas do tipo, com abordagens históricas, narrativas poéticas e a adoção de um mascote, o Eddie, que a cada álbum aparece como um novo personagem.

LED ZEPPELIN

Eles “apenas” criaram o heavy metal, já no fim dos anos 60, aumentando o volume e a distorção do blues de uma maneira que ninguém havia tido coragem. Por toda carreira experimentaram caminhos, tanto que os discos soam bem diferentes, flertando com o pop no fim da carreira e sempre com uma densidade espiritual. Foi a primeira também a adotar símbolos para cada um dos quatro integrantes.   

BAD BRAINS

Uma banda de punk hardcore com integrantes negros, esta é a Bad Brains. De Washington, apareceu em 1977 e ganhou respeito por jogar reggae e derivados no caldeirão do punk mais libertário.

GUNS ‘N’ ROSES

O auge do sucesso veio nos anos 90, mas a origem do grupo d  Los Angeles, é 1985, com a formação clássica tendo se firmado um ano depois, com o vocalista Axl Rose, os guitarristas Slash e Izzy Stradlin, o baixista Duff McKagan e o baterista Steven Adler. Apenas Axl sobrou.

THE SMITHS

Formada em Manchester, Inglaterra, em 1982, consistia no vocalista Morrissey, no guitarrista Johnny Marr, no baixista Andy Rourke e no baterista Mike Joyce. É uma das mais importantes bandas surgidas durante a nova invasão britânica dos anos 80 – a primeira foi nos anos 60 com The Who, Beatles, Stones  e estabeleceu as bases do new romantic, que atualizou o romantismo do século 19.

THE CURE

Outra banda da invasão inglesa oitentista. Liderada por Robert Smith, espalhou a moda gótica e dark entre os jovens dos anos 80. Continua na ativa, fazendo shows longos, tecnicamente impecáveis.

DEAD KENNEDYS

Banda de punk hardcore surgida em San Francisco, em 1978, tornou-se parte fundamental do movimento norte-americano do começo dos anos 80, com ideário anarquista, desenhado nas letras contundentes e irônicas de Jello Biafra e aproximações com surf music, spaghetti western, garage rock e rockabilly.

NIRVANA

A última grande bande de rocK? Muitos garotos e garotas não eram nem nascidos quando Kurt Cobain, parafraseando Getúlio Vargas, saiu da vida para entrar para a história, em mais uma trágica passagem do rock, em 1994. Mas quem negaria a influência da banda formada em Aberdeen, Washington, que foi um dos pilares da cena grunge de Seattle. Depois deles, ficou provado que uma banda de garagem podia fazer sucesso mundial. O mundo ficou mais sujo e roqueiro.

Sem mais artigos