Promotores da cidade norte-americana de Los Angeles avaliam uma mudança em sua lei anti-paparazzi após Justin Bieber ser perseguido por um profissional em uma rodovia local. O incidente aconteceu em 6 de julho, quando a polícia parou e multou o astro teen por excesso de velocidade ao dirigir um carro esportivo. 

Justin alegou que estava sendo perseguido por paparazzi, por isso havia excedido o limite de velocidade da rodovia. Na época, a polícia decidiu entregar o caso ao gabinete da Procuradoria da Cidade de Los Angeles, que instaurou uma investigação e inocentou o cantor. Segundo o oficial que o multou, Bieber foi descrito como ‘educado e cooperativo’. 

Essa é a primeira vez que um paparazzo será processado sob uma lei da Califórnia, válida desde, 2010 que proíbe dirigir de forma imprudente ao tentar tirar uma foto. O ocorrido pode levar as autoridades locais a modificar as punições previstas na lei, em uma tentativa de tentar coibir o assédio de celebridades em vias públicas. 

Enquanto isso o cantor está na Austrália, acompanhado por sua namorada Selena Gomez, divulgando seu novo álbum de estúdio, Believe. Nesta quinta-feira (18), o casal visitou um hospital que abriga e trata crianças carentes portadoras de doenças terminais.  



Sem mais artigos