Em uma premiação em que os favoritos eram Laura Mvula, Arctic Monkeys e David Bowie, o prêmio acabou indo parar nas mãos de James Blake, pelo seu segundo álbum, Overgrown

Entregue na noite desta quarta-feira (30), em Londres, o Mercury Prize considerou o trabalho de Blake “inventivo, poético e acutilante”, enquanto que, surpreendido pela conquista, James Blake disse estar “delirante e confuso”.

Agradecendo aos pais por lhe terem ensinado “a importância de ser livre”, o músico confessou ainda que este Mercury Prize – que corresponde a um prêmio de 20 mil libras (cerca de R$ 71 mil) – é o primeiro troféu que recebe, “além de um que ganhei num torneio de tênis, quando tinha 12 anos”.

Em entrevista à BBC, James Blake comentou ainda o fato de ter vencido artistas como David Bowie. “Não creio que o tenha vencido. Muitas pessoas fazem o seu melhor trabalho quando são jovens – e é sempre uma desilusão quando não continuam inovando. Por isso, o David Bowie é uma inspiração para pessoas como eu. E não me parece que eu merecesse ganhar este prêmio mais do que qualquer outro dos nomeados”.

A cerimonia ficou ainda marcada pela estreia de um novo vídeo de David Bowie, Love is Lost, e pelo engano da apresentadora Lauren Laverne, que trocou o nome de James Blake pelo do também cantor James Blunt.

Veja aqui a lista dos nomeados aos Mercury Prize 2013:

David Bowie, The Next Day
Foals, Holy Fire
Laura Mvula, Sing to the Moon
Villagers, {Awayland}
Arctic Monkeys, AM
Jake Bugg, Jake Bugg
Disclosure, Settle
Laura Marling, Once I Was An Eagle
Jon Hopkins, Immunity
Savages, Silence Yourself
Rudimental, Home
James Blake, Overgrown

 

Sem mais artigos