Justiça seja feita! Com seguidas atitudes polêmicas e violentas, a cantora Courtney Love foi em cana. O juiz de Los Angeles decidiu que a cantora vai ser julgada a partir do dia 16 de abril. O pedido de anulação da prova – uma amostra de urina que poderá comprovar que ela estava drogada – foi negado pelo juiz. Caso a prova fosse invalidada, o processo seria arquivado.

Em outubro do ano passado, Courtney foi presa e internada por suspeita de overdose, quando ela tentou invadir a casa de um ex-namorado. A cantora responderá a acusação por conduta desordeira e por estar sob influência de drogas.

Para ajudar, ou melhor, piorar, no mês passado, a roqueira escandalizou a todos durante um programa de TV quando mostrou os seios ao apresentador David Letterman e, ainda, foi presa em NY ao arremessar o microfone na platéia, durante apresentação, acertando um dos fãs.

Quer mais? Tem mais: chegou às lojas na semana passada, em ocasião dos 10 anos de morte de Kurt Cobain, ex-marido de Courtney, o livro “Love and Death”, o qual apresenta a tese de que Courtney teria mandado matar Cobain para ficar com a herança. Sinistro!

Sem mais artigos