Semanas depois de ter sido criticada por esnobar seus fãs em Londres, a princesa do pop Britney Spears fez de tudo para agradar o público australiano de Sydney, nesta quinta-feira.

Vestindo top de renda preto, jeans de cintura baixa e boné de couro, Spears sorriu ao ser escoltada por um grupo de seguranças musculosos até a estréia de seu filme “Crossroads”, na Austrália.

Logo na entrada do cinema, centenas de fãs adolescentes gritavam, histéricas, enquanto a cantora loira posava para fotos e distribuía autógrafos.

Depois de seu primeiro papel na telona, Spears disse que tem idéias bem definidas sobre quem ela gostaria que fosse seu próximo par num filme.

“Brad Pitt não seria nada mau”, disse aos jornalistas a estrela de 20 anos.

Na estréia londrina de “Crossroads”, em março, a cantora foi vaiada depois de chegar tarde e entrar no cinema sem falar com os milhares de fãs que a aguardavam do lado de fora.

Num esforço para combater as críticas que se seguiram, Spears cantou três de seus maiores sucessos, incluindo “I’m Not a Girl, Not Yet a Woman”, da trilha sonora da produção, diante de mais de 1.000 pessoas espremidas num pequeno ambiente fechado em Sydney.

Milhares de outros fãs optaram por assistir ao show em telões montados num estacionamento vizinho, depois que a apresentação principal foi cancelada em função da chuva forte, que danificou equipamentos de som.

Mas bastou uma rápida visão da popstar para agradar aos fãs mais ansiosos. “Ela é o máximo”, resumiu a tiete Kristal Prior, 13 anos.

Sem mais artigos