Divulgação/Leco de Souza Curumin

Originalmente concebido para uma festa de soul, o show em que Curumin e Os Aipins interpretam músicas de Stevie Wonder passou recentemente pelo Sesc Pinheiros. Nesta terça (8), o músico paulistano de 39 anos soltou um vídeo com  Master Blaster e My Cherrie Amour.

Descendente de japoneses e espanhóis, Luciano Nakata Albuquerque ganhou o apelido Curumin ainda criança. Baterista desde os 14 anos, quando já tocava em casas noturnas, acompanhou diversos nomes da MPB, tais como Paula Lima, Arnaldo Antunes, Vanessa da Matta, Céu entre outros.

Em 2003, iniciou sua carreira solo com o lançamento de Achados e Perdidos, seguido por JapanPopShow (2008) e Arrocha (2012).

No show do Sesc Pinheiros tocaram: Curumin (voz e bateria), José Nigro (baixo e guitarra) e Lucas Martins (baixo, guitarra e sintetizador) e André Lima, no órgão Hammond, sintetizadores Moog e piano elétrico Fender Rhodes.

“Escolhi o repertório pensando em músicas que as pessoas gostariam de ouvir em uma festa, músicas que eu gostaria de cantar e em um material mais raro”, afirma  Curumin. Tal recorte levou a uma seleção de canções das décadas de 1970 e 1980 para compor o repertório, com “arranjos baseados nos originais, mas tocados livremente, de forma que ficam com o nosso sotaque”.

Curumin faz versões de clássicos de Stevie Wonder: assista

Sem mais artigos
Sair da versão mobile