Em dezembro do ano passado, uma fã do rapper Drake tatuou o nome do canadense na testa, em letras garrafais. Na época, Drake ficou muito impressionado com a história, e mandou um recado ao tatuador responsável pelo trabalho.

“Você é um idiota, de verdade”, disse. “Você deveria perder seu emprego e nunca mais deveria fazer tatuagens. Se eu te vir, vou ferrar com você”.

E o dia do acerto de contas finalmente chegou. Bem, mais ou menos: o tatuador Kevin Campbell contou, através do Twitter, que recentemente Drake parou – de limosine – em frente à loja onde ele trabalha, em Los Angeles, e mandou os guarda-costas descerem e brigarem com ele.

“Da última vez que Drake esteve em L.A.”, escreveu Campbell, “ele estacionou em frente à loja e mandou um segurança gigante para me dizer que ninguém vai ofender Drake no estado da Califórnia”.

Mas em vez de se assustar, o tatuador riu de toda a situação, e ridicularizou o rapper. “Drake disse que ia me bater, mas eu não disse nada. E agora eu sinto vergonha por ele. Ele se fez de covarde”, provocou.

Drake ainda não comentou as declarações de Campbell.

Sem mais artigos