O cantor e compositor Djavan homenageou Paco de Lucía, com quem interpretou junto a música Oceano e que morreu quarta (26) no México, e afirmou que é o “mais brilhante” instrumentista que conheceu.

“Paco foi o mais brilhante instrumentista que eu conheci. A perfeição e expressividade de sua execução eram inimagináveis mesmo para os grandes violonistas do mundo inteiro. A velocidade que ele imprimia ao tocar trazia uma limpidez incompatível para qualquer outro. Isso sem falar na beleza e originalidade de suas frases, no sentimento de cada nota”, publicou Djavan.

O artista brasileiro, que também postou uma foto sua ao lado do mestre espanhol, disse que o violão em suas mãos “se transformava em um instrumento fácil, intuitivo, apesar de toda a complexidade do canto”.

“Paco sempre foi muito admirado pela técnica absurda que usava para expressar a delicadeza e a agressividade contidas na música flamenca, o que fez dele um músico inesquecível. Que Deus o ilumine”, acrescentou.

Sem mais artigos