FO-1H4VS8FE11W11

MC Guimê, um dos maiores representantes do funk ostentação, foi ao Programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta terça (14), e deu uma entrevista bastante esclarecedora sobre sua personalidade pop; a de ferinha ostentador.

Sobre vaidade, o cantor disse que começou a cantar para ganhar dinheiro, e que, quando ele era mais novo, achava que era a morte não poder comprar uma camiseta ou um boné, por exemplo. O rapaz também contou que o funk foi um “grito de libertação”.

Porém, o funkeiro de Osasco afirmou que hoje pensa diferente e chegou a pedir perdão para Deus por dar muito valor às coisas: “Antigamente eu dava mais valor ao dinheiro, até pensava que poderia fazer qualquer coisa errada só para provar para mim mesmo que eu tinha dinheiro…. A vida me abençoou dessa forma e hoje já sou diferente. Sempre procuro pedir perdão a Deus com qualquer coisa que me deslumbro e que estou dando valor demais.  Mas tenho uma visão de que tudo que eu puder levar conforto para minha família, vou fazer. Não nasci para passar vontade”.

O radialista Christian Pior até perguntou pra ele qual foi o primeiro artigo de luxo que fez questão de comprar depois que começou a ganhar muito dinheiro com suas músicas. “Foi um um apartamento legal de se morar”, disse Guimê.

O fera ainda adiantou que a carreira internacional é um sonho e ele está indo aos poucos para conquistá-lo. Agora, está aprendendo a falar inglês. “É difícil de entrar lá sem saber falar inglês. Já conheci alguns rappers gringos, como o Dr. Dre, mas só tirei uma selfie!”, revelou.

 

 

Sem mais artigos