Informou a polícia nesta segunda-feira, que Danny Harrison, empresário de rock norte-americano que trabalhou para Paul Simon e Billy Joel, foi morto no dia de seu aniversário de 57 anos, a facadas por sua namorada no apartamento onde morava, em Nova York.

“Ele foi assassinado por sua namorada ontem (domingo) à tarde”, explicou à agência France Presse um porta-voz do departamento de polícia de Nova York.

Segundo o jornal “The New York Post”, que citou fontes não identificadas, Connors tem um histórico de prisões por prostituição.

A namorada de Harrison, Kathleen Connors, de 37 anos, usou uma faca de cozinha para matá-lo, após uma discussão.

Segundo o “Post”, Harrison era um empresário especializado em turnês e trabalhou também para The Eagles e Boz Scaggs.

Sem mais artigos