Em entrevista à revista britânica Attitude, a autora de ARTPOP revelou que estava fumando cerca de 15 baseados por dia. Toda a fumaça, de acordo com Lady Gaga, era para amenizar uma dor no quadril que a acompanhou no início deste ano.

“Estava fumando 15 baseados por dia”, confessou a cantora, explicando que o hábito foi crescendo de acordo com a intensidade da dor que sentia. O problema no quadril foi tão grave que ela teve que cancelar vários shows nos Estados Unidos de sua última turnê, Born This Way.

Durante essa crise, a amiga e parceira de trabalho Marina Abramovic ajudou Gaga a se livrar do lifestyle, conforme a cantora relatou. A performer sérvia disse a mãe dos little monsters: “OK, você vem para a minha casa, mas vai ficar sem TV, computador, maconha, comida, tudo! Por três dias, somente arte. Você vai comer somente arte”, rememorou Gaga durante a entrevista.

Após a espécie de reabilitação com a ajuda de Abramovic, a estrela pop contou que ficou semanas sem fumar e que atualmente só usa a erva para recreação. “Hoje eu fumo um pouco à noite, mas por diversão e não para lidar com problemas, essa é a diferença. Marina era a única pessoa que poderia ter feito isso comigo e a ideia nunca foi ser um rehab”, disse à revista.

ARTPOP, quarto álbum de Gaga, já está disponível para audição no iTunes e será oficialmente lançado no próximo dia 11, segunda-feira.

Sem mais artigos