Uma antiga engenheira de som da gravadora Stockport’s Strawberry Studios, que funcionou no Reino Unido de 1967 a 1993, encontrou em uma caçamba gravações inéditas da banda Joy Division.

 

Julia Adamson e seu marido, o engenheiro de som Chris Nagle, resgataram registros produzidos por Martin Hannett,- produtor musical britânico falecido em 1991 -, conhecido por ser o arquiteto do som de Manchester, produzindo sons já clássicos como Boredom, dos Buzzcocks; Disorder e Atmosphere, ambas do Joy Division e, Ceremony, do New Order, banda formada pelos remanescentes do Division logo após a morte trágica de Ian Curtis.

 

Além do New Order, Julia postou em seu perfil no facebook fotos de caixas com fitas das bandas Magazine e The Psychedelic Furs.

Em entrevista à BBC, Julia contou que são muitas cópias de fitas originais, uma delas chamada Joy Division Outtakes, com gravações de She’s Lost Control, Wilderness e New Dawn Fades, nunca ouvidas até então.

A ideia da engenheira de som é encontrar um colecionador para ficar com o material. Considerando o fascínio que o Joy Division exerce sobre os fãs mais de 30 anos depois da morte de Curtis, não será difícil.

Sem mais artigos