Os cambistas estão se organizando cada vez mais. Quem já não aprova a prática e chama de “crime” pode atualizar o nome para “crime organizado”.

Cerca de 20 cambistas estão reunidos na frente do portão 1 do Credicard Hall para vender seus ingressos. Porém, eles entraram em “acordo” para vendê-los por preços similares, criando uma espécie de “bolsa de valores”. Além disso, existem 2 motoboys que entregam os bilhetes no local que o comprador quiser.

Segundo os próprios cambistas, como existem muitos ingressos na posse deles, a procura está baixa e o preço também. A entrada inteira, que custava R$120 está custando cerca de R$ 150 no mercado informal. A meia-entrada, que custava R$ 60, custa no máximo R$ 100 através dos cambistas.

A tendência é que, para evitar o prejuízo, estes preços caiam mais ainda nas próximas horas antes do show.

Tattoo em SP: Saiba o que rolou na 10ª Convenção Internacional

Privada: O lixo da intrenet é só aqui!

Cristiana Oliveira fala sobre o filme ‘Gatão de meia idade’!

Fature adesivos e iPods aqui!

Sem mais artigos