Os metaleiros do Shaaman passaram pelo Brasil rapidamente para o lançamento do novo clipe, More, pela MTV, e o vocalista André Mattos se mostrou bem satisfeito com a reação do público com o álbum Reason.

O clipe trata de mostrar uma metamosfose decadente, por isso, as imagens são fortes e obscuras. No desenrolar do filme, aparece um contraponto que é uma linda garota que começa a ficar estragadona, com anomalias como espinhos, rasgos na pele e feridas.

André explica:
“Ela tá tão deprimida que os demônios tem espaço para se apoderar da cabeça dela. A historia termina de uma maneira trágica. Aproveitamos bem a temática da musica mas mostrar o demônio que todos temos dentro de nós”.

Além disso, ele conta que o intuito do estético era mesmo ficar gringo: “Era o que queríamos, ate mesmo porque isso vai ser exibido lá for a pra caramba. Japão, Europa…”.

Eles, como a maioria das bandas, ODEIAM rótulos, e dizem que suas influências vêm de bandas-raíz como Judas Priest, Deep Purple, Iron Maiden, Metallica, entre outros. Eles contam que tiveram que mudar porque estavam sendo tachados “metal melódico, power metal, speedy metal”, sendo que “a essência é intocável, uma banda de heavy metal”, explica o vocal.

“Não queremos ficar repetindo a mesma merda, a mesma formula.. Isso leva a uma carreira curta, uma banda cai no ostracismo e não consegue fazer mais nada diferente. Chocar um pouco de inicio quem esperava algo igual o primeiro CD foi um passo ousado, mas necessário. Era uma questão de tempo para as pessoas assimilar, incorporar, e entender. A partir do momento que isso aconteceu, a galera ta pirando no CD”, conclui.

Os caras do Shaaman estão prestes a cair em turnê, e vão passar pelo Brasil no Live´n´Louder Rock Fest em novembro, dia 10, junto com Scorpions, Nightwish, Rage, Testament, The 69 eyes, Dr. Sin e Tuatha de Danann em São Paulo.

Sem mais artigos