O cinema deve mesmo ser viciante. A julgar pelo bando de astros da música que tem se aventurado nas telonas, a sétima arte deve mesmo ser irresistível. Agora é a vez de Jack White.

O vocalista do White Stripes estreou no cinema no ano passado, quando fez uma breve participação em Cold Mountain.

Longe dos blockbusters, agora o esquisitinho participará de Coffee and Cigarettes, do diretor de filmes alternativos Jim Jarmusch. Tem mais a ver, mesmo.

Jack confessou que trabalhar com cinema é mais difícil do que trabalhar com música: “Eu acho que fazer um filme é provavelmente a arte mais difícil do mundo. É muito difícil fazer um bom filme”.

Sem mais artigos