De e uns anos para cá John Mayer transformou sua vida completamente. Antes presença constante nas páginas de fofocas, o guitarrista se isolou e enfrentou um grave problema na garganta, que o impediu de cantar por algum tempo. Nesta terça-feira (15), ele discutiu a nova vida em entrevista exclusiva à apresentadora Ellen DeGeneres.

“Foi um período muito estranho, e meio que me jogou de uma vez na vida adulta”, desabafa Mayer sobre o momento após ter descoberto um pólipo – uma espécie de tumor benigno – na garganta, no ano passado. O cantor chegou a anunciar que estava curado, mas recentemente descobriu que o problema persiste.

“Eles cortaram [o pólipo] fora e injetam Botox na minha garganta, para ‘congelar’ as pregas vocais para que cicatrizem direito”, explicou. “Tentei superar isso da última vez e não consegui. Só preciso de mais Botox. Não é nada grave, mas tive que parar de cantar [para fazer o tratamento]”.

A doença fez John cancelar todos os eventos de divulgação de seu novo álbum, Born and Raised, incluindo uma turnê pelos Estados Unidos.

Famoso por falar demais em entrevistas e por relacionamentos conturbados com Jennifer Aniston, Jessica Simpson e Taylor Swift, Mayer agora se diz orgulhoso por ter decidido ficar longe da imprensa.

“Por alguns anos, eu tentei entender o que estava acontecendo, e hoje tenho orgulho de ter me distanciado dos holofotes. Eu dizia para mim mesmo: ‘Não, idiota. Sai daqui e vai agir com 33, 34 anos no lugar de agir com 28 por quatro anos consecutivos'”, declarou.

 

Sem mais artigos