Tânia Maria, Kenny Garrett e Roy Hargrove

Montagem/Divulgação Tânia Maria, Kenny Garrett e Roy Hargrove

Um dos principais festivais de jazz do Brasil, o Jazz na Fábrica, do Sesc Pompeia, anunciou sua escalação completa. Entre os destaques estão a pianista e cantora brasileira Tânia Maria, os estadunidense Kenny Garrett (sax) e Roy Hargrove (trompote), os ingleses do Soft Machine, o pianista japonês Makoto Kuriya e o pianista francês Laurent De Wilde. A venda de ingressos on-line iniciou na quarta (29). A venda presencial começa nesta quinta, a partir das 17h30.

Ouça Tânia Maria:

Desde 2011, o festival já trouxe ao Pompeia nomes como McCoy Tyner, Cedar Walton, César Camargo Mariano, Avishai Cohen, entre outros.

Veja vídeo de Kenny Garrett

“A diversidade de estilos e nacionalidade que marcaram os anos anteriores se juntam nesta edição e dão um tom que preza pela tradição do jazz e suas intersecções, sobretudo o pós-bop, a identidade latina e suas influências recíprocas com o jazz e o jazz fusion. Podemos citar T. S. Monk, filho do lendário Thelonious Monk em artigo de jornal, e afirmar que esta quinta edição do Jazz na Fábrica mostra que o jazz não é música para se ouvir na sala de jantar e sim para dançar ao ritmo diverso e universal que ultrapassa tempo e fronteiras”, afirma Luciano Dutra, supervisor do Núcleo de Música do Sesc Pompeia.

Veja a programação completa
Kenny Garrett (EUA)
Nascido em 1960, em Detroit, o saxofonista acumula discografia com mais de 15 discos como bandleader e outra dezena como sideman de nomes como Art Blakey, Miles Davis e Marcus Miller. Laureado com um Grammy Award por seu disco Five Peace Band em 2010, ganhou outros nove DownBeat Readers Poll como melhor saxofonista. Nesta apresentação, o músico é acompanhado por Vernell Brown (piano), Corcoran Holt (baixo), Marcus Baylor (bateria) e Rudy Bird (percussão).
Dias 6 e 7 de agosto, quinta e sexta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 18,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 30,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 60,00 (inteira).*

Kenny Garrett

Divulgação/Anna Webber Kenny Garrett

Jungle Fire (EUA)
Numa mistura das inovadoras seções rítmicas de Fela Kuti, Ray Barretto e Irakere, a big band Jungle Fire realiza proposta musical que consiste em fundir o jazz com os estilos do Oeste Africano e afro-caribenhos com batida funk pesada. Concebida em 2011, o grupo tem desempenhado uma quantidade impressionante de shows em clubes e festivais por todo o mundo depois de ter compartilhado o palco com Shuggi Otis, Os Blackbyrds, Lee Fields, Charles Wright e The Band Budos. A banda é formada por Sean Billings (trompete), Sam Robles (sax barítono e flauta), David Moyer (sax barítono e flauta), Otto Granillo (trombone), Judson McDaniel (guitarra), Patrick Bailey (guitarra), Joey Reina (contrabaixo), Michael Duffy (percussão), Steve Haney (percussão), Alberto Lopez (percussão), Sam Halterman (bateria).
Dias 8 e 9 de agosto, sábado, às 21h30 e domingo, às 19h, na Choperia.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).*

Muhal Richard Abrams (EUA)
O pianista e compositor realiza seu primeiro concerto solo no Brasil. Aos 84 anos, Muhal é co-fundador da Association for the Advancement of Creative Musicians (AACM) que está completando 50 anos em 2015. Sua música segue a linha experimental dos trabalhos de Roscoe Mitchell, Anthony Braxton Quartet e Phil Cohran.
Dias 13 e 14 de agosto, quinta e sexta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).*

Veja vídeo do Soft Machine:

Soft Machine (GBR)
É uma das mais importantes bandas de jazz, jazzrock e fusion da Europa, formada em 1966 e que continua na ativa, mesmo depois de várias mudanças em sua formação. Após passagem pelo rock psicodélico em que abriram turnês para o Jimi Hendrix Experience, a banda fez uma transição para o que ficou conhecido como jazz-fusion a partir de seu segundo disco, atingindo seu período clássico com o terceiro e quarto discos. A banda conta com dez álbuns lançados durante sua carreira, nove lançados a partir dos anos 90 com registros feitos nos anos 60 e 70, sete compilações e sete discos ao vivo. O baterista John Marshall, o guitarrista John Etheridge e o baixista Roy Babbington completam a banda com a participação do saxofonista Theo Travis.
Dias 13 e 14 de agosto, quinta e sexta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

William Parker Quartet (EUA)
Nascido no Bronx, Nova Iorque, William Parker está na ativa desde os anos 70 como um dos mais inventivos baixistas da cena. Conhecido por suas turnês com Cecil Taylor e Peter Brotzmann, já gravou mais de 40 discos como bandleader e mais de 60 discos como sideman. Nesta apresentação, William é acompanhado por Hamid Drake (bateria), Rob Brown (sax alto) e Lewis Barnes (trompete).
Dias 15 e 16 de agosto, sábado, às 21h e domingo, às 19h, no Teatro.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

Roy Hargrove

Divulgação Roy Hargrove

Roy Hargrove Quintet (EUA) – Participação especial de Roberta Gambarini (ITA)
Nascido em 1969 na cidade de Waco no Texas, o trompetista Roy Hargrove já foi premiado com dois Grammy Awards, em 1997 e 2002 e já tocou com grandes nomes do jazz como Winton Marsalis e Herbie Hancock, além de liderar seus grupos RH Factor, Roy Hargrove Quintet e Roy Hargrove Big Band. Nesta ocasião apresenta-se com a cantora italiana Roberta Gambarini com quem já mantém parceria há uma década. Os dois protagonistas são acompanhados por Justin Robinson (sax alto e flauta), Sullivan Fortner (piano), Ameen Saleem (contrabaixo), Quincy Phillips (bateria).
Dias 15 e 16 de agosto, sábado, às 21h30 e domingo, às 19h, na Choperia.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).*

Makoto Kuriya – Creative Jazz Ensemble (JAP)
O pianista, compositor, arranjador e produtor musical Makoto Kuriya nasceu em Kobe no Japão e se graduou na Universidade de West Virginia e na Universidade de Pittsburgh. Depois de excursionar com Chuck Mangione nos anos 80, voltou ao Japão para produzir uma série de CDs resultando em prêmios, além de compor para cinema. Já se apresentou em festivais junto a grandes nomes do jazz como Herbie Hancock, Billy Cobham, John Faddis e Jonny Griffin. Nesta apresentação o ensemble é formado por: Kuriya Makoto (piano); Gennoshin Yasui (percussão); Koichi Osamu (baixo); Hidenobu Otsuki (bateria); Jiro Yoshida (guitarra), além das participações especiais de Teco Cardoso (sopros) e Monica Salmaso.
Dias 19 de agosto, quarta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 12,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 20,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 40,00 (inteira).

Troker (MEX)
Iniciado em Guadalajara, Jalisco, em 2004 o grupo de jazz Troker trabalha com a fusão de ritmos como o jazz fusion, o rock, o funk e a cumbia. Já gravaram quatro discos e participaram do cultuado festival Glastonbury em 2013. É formado por Christian Jiménez (piano); Gil Cervantes (trompete); Arturo “Tiburón” Santillanes (saxofone); Samo González (contrabaixo); DJ Zero (picapes) e Frankie Mares (bateria).
Dias 20 de agosto, quinta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 18,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 30,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 60,00 (inteira).

Grupo Um (BRA)
Criado pelos irmãos Lelo Nazário (teclados e sons eletrônicos) e Zé Eduardo Nazário (bateria e percussão) em 1976, quando faziam parte da seção rítmica dos músicos que tocavam com Hermeto Pascoal. Desenvolveram um trabalho com identidade própria, que se permitia influenciar pela música eletrônica e pela música eletroacústica. Após 35 anos do lançamento de seu disco de estreia, “Marcha Sobre a Cidade”, o grupo se reúne para esta apresentação contando também com a participação de Mauro Senise (sax e flauta) e Felix Wagner (clarinete baixo) e Frank Herzberg (contrabaixo).
Dias 20 de agosto, quinta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 12,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 20,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 40,00 (inteira).

Shai Maestro Trio (ISR)
O pianista israelense integrou-se ao grupo do renomado baixista Avishai Cohen em 2006 e excursionou por diversos lugares do mundo, inclusive no Blue Note em Nova Iorque, onde reside atualmente. Formou seu próprio trio em 2010 com o contrabaixista peruano Jorge Roeder e o baterista israelense Ziv Ravitz, cuja formação se apresenta nesta edição do Jazz na Fábrica.
Dia 21 de agosto, sexta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

Veja vídeo do Projeto Coisa Fina: 

Projeto Coisa Fina (BRA) – (LANÇAMENTO SELO SESC)
A big band realiza espetáculo de lançamento de seu segundo disco pelo Selo Sesc, no qual homenageia compositores brasileiros como Moacir Santos, Theo de Barros, Jacob do Bandolim e Mozar Terra. O show conta com a participação de Nelson Ayres, o saxofonista Henrique Band, o rapper KL Jay e o compositor Flávio Tris. O projeto é composto por Walmer Carvalho (sax tenor, sax soprano e flauta), Daniel Nogueira (sax tenor e flauta), Ivan de Andrade (sax alto e clarinete), Denilson Martins (sax barítono e flauta), Amílcar Rodrigues (primeiro trompete), Alessandro Ribeiro (segundo trompete), Odirlei Machado (trombone), Abdnald Santiago (trombone baixo), Fabio Leandro (piano), Thiago Melo (guitarra), Matheus Prado (percussão), Mauricio Caetano (bateria) e Vinicius Pereira (baixo acústico).
Dia 21 de agosto, sexta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 12,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 20,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 40,00 (inteira).

Gary Peacock Trio (EUA)
O contrabaixista, que já integrou grupos de Bill Evans, Keith Jarrett, Miles Davis, entre outros, realiza espetáculo de seu mais recente disco, “Now This” (ECM), como líder do trio formado por ele, Marc Copland (contrabaixo) e Mark Ferber (bateria). No show, assim como no CD, traz novas composições de sua autoria, além de versões para temas clássicos como Moor, Vignette, Requiem e Gaya.
Dias 22 e 23 de agosto, sábado, às 21h e domingo, às 19h, no Teatro.
Ingressos: R$ 18,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 30,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 60,00 (inteira).*

Daymé Arocena (CUB)
A cantora – revelação do festival Havana Cultural Mix do ano passado, Daymé Arocena cresceu no bairro Diez de Octubre em Havana e de lá recebeu a grande influência dos ritmos afrocubanos. Por meio do pai recebeu a influência do jazz e se graduou em música como diretora de coro. Neste espetáculo, Daymé apresenta seu mais recente disco “Nueva Era” com canções como Madres, Sin Empezar e Don’t Unplug My Body. A cantora é acompanhada por Angel Gaston Joya Perellada (contrabaixo), Jorge Luis Lagarza Pérez (piano) e Raul Herrera Martinez (bateria).
Dias 22 e 23 de agosto, sábado, às 21h30 e domingo, às 19h, na Choperia.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

Ouça Laurent De Wilde:

Laurent De Wilde (FRA)
Nascido em Washington em 1960, mas morando na França desde 1964, Laurent de Wilde começou sua carreira ao piano tocando regularmente na banda do trompetista Eddie Henderson, com quem gravou quatro álbuns até gravar em 1989 o disco “Odd and Blue” com Ornette Coleman e Jack Dejohnette. Em 1993 ganhou o prêmio Django Reinhardt pelo disco “Colors of Manhattan”. Também escritor, Laurent publicou o livro Monk em 1996 sobre a vida do pianista americano, com o qual ganhou os prêmios Charles Delaunay e o Pelleas Award como melhor livro de jazz. Neste espetáculo apresenta repertório de seu mais recente disco “Over The Clouds!”, com seu power trio acústico: Laurent de Wilde (piano), Donald Kontomanou (bateria) e Bruno Rousselet (contrabaixo).
Dia 27 de agosto, quinta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

LayerZ (ISR)
LayerZ é um grupo formado em Israel composto por três improvisadores virtuosos formados na tradição jazzística. Decidiu criar uma música a partir da mistura de pós-rock, electro, vanguarda e groove. De característica dançante, já lançaram três discos sendo “Monstep – The What And The Why” (2007); “LayerZ EP1” (2011) e “Memory Towers (2013)”, cujo repertório será apresentado neste espetáculo. O trio é formado por Yonatan Albalak (guitarra, sintetizadores e vocais); Gilad Abro (baixo, sintetizadores e vocais); e Aviv Cohen (bateria, percussão, eletrônica e vocais).
Dia 27 de agosto, quinta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 15,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 25,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 50,00 (inteira).

Barcode Quartet (AUT / GBR)
O Barcode Quartet iniciou suas atividades em Alpenglow, um festival colaborativo que aconteceu em 2010 em Londres e Graz entre músicos da improvisação vindos da Áustria e da Inglaterra. Os estudos de Annette Giesriegl sobre o canto harmônico, o cantar da garganta e a música indiana com ênfase em técnicas vocais indianas, formam a linha para textura do piano e do violino. Nesta apresentação o quarteto é formado por Annette Giesriegl (voz); Elisabeth Harnik (piano); Alison Blunt (violino) e Josef Klammer (bateria).
Dia 28 de agosto, sexta, às 21h, no Teatro.
Ingressos: R$ 12,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 20,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 40,00 (inteira).

Orquestra Atlântica (BRA)
A Orquestra soma sopros, cordas e ritmos de forma única às texturas ao mesmo tempo tradicionais e estilizadas do Jazz e da MPB. Em seu repertório domina a música brasileira, passando por todas as tendências, incluindo “Standards” da música popular e canções originais do grupo. Formação: Marcelo Martins (sax tenor e flauta), Danilo Sinna (sax alto e flauta), Elias “Kibe” Borges (sax barítono, clarineta e clarone), Jessé Sadoc (trompete e flugelhorn), Gesiel Nascimento (trompete e flugelhorn), Aldivas Ayres (trombone), Wanderson Cunha (trombone), Glauton Campello (piano), Jorge Helder (baixo), Williams Mello (bateria), Armando Marçal (percussão).
Dia 28 de agosto, sexta, às 21h30, na Choperia.
Ingressos: R$ 12,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 20,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 40,00 (inteira).

Tânia Maria

Divulgação Tânia Maria

Tânia Maria – participação especial de Armando Marçal (BRA)
Com 36 anos de carreira e 25 álbuns lançados, a pianista e cantora brasileira apresenta sua mistura de jazz, samba e choro. Este show conta com a apresentação especial do atual percussionista da Orquestra Atlântica, Armando Marçal e ainda Tierry Jacques Guy (contrabaixo) e Jean-Philippe Alain (bateria).

Dias 29 e 30 de agosto, sábado, às 21h, domingo, às 19h, no Teatro.
Ingressos: R$ 18,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 30,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 60,00 (inteira).*

Marlena Shaw (EUA) e Bixiga 70 (BRA)
Com catorze discos lançados na carreira, a cantora americana Marlena Shaw (nome artístico de Marlina Burgess) continua ativa nos palcos aos 72 anos de idade. Ligada às linguagens do jazz, soul e funk já gravou em importantes selos como Blue Note, Concord Jazz e Verve. Neste espetáculo, junta-se a big band brasileira Bixiga 70 para apresentar um panorama de sua produção.
Dias 29 e 30 de agosto, sábado, às 21h30, domingo, às 19h, na Choperia.
Ingressos: R$ 18,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$ 30,00 (usuário inscrito, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 60,00 (inteira).*

Bixiga 70

Divulgação Bixiga 70

Programação gratuita e livre no Deck

Jazz na Kombi com Chaiss Quinteto
O grupo, formado por músicos que se apresentam pelas ruas de São Paulo, traz temas do seu disco “Afrodisia” que será lançado esse ano, com influências do jazz fusion, hard-bop, e jazz contemporâneo.
Dia 9 de agosto, domingo, às 17h.

Jazz na Kombi com Gestos Sonoros
O grupo Gestos Sonoros é um octeto de música instrumental improvisada com regência. É formado por bateria, três percussões, baixo, guitarra, e dois metais. O criador do grupo, Bruno Duarte (vibrafone e regência), conduz uma música orgânica, viva e espontânea, baseada em estudos de ritmos e elementos da música brasileira e do mundo.
Dia 16 de agosto, domingo, às 17h.

Jazz na Kombi com Rodrigo Digão Braz Trio e Convidados
Rodrigo Digão Braz lança seu primeiro disco solo, “Carvão”, que apresenta harmonias sofisticadas, rítmicas, texturas díspares e arranjos ousados. Digão se apresenta com Salomão Soares no piano e Fi Maróstica no contrabaixo, e conta com as participações de músicos convidados como Vinícius Dorin e Diego Garbin. Dia 23 de agosto, domingo, às 17h.

Jazz na Kombi com QN Quarteto
O QN Quarteto, formado por Caio Chiarini, Guto Andrade, André Sangiovanni e Wagner Vasconcelos, começou sua carreira em Outubro de 2006. Influenciado por artistas como Hermeto Pascoal, Nico Assumpção, Frank Zappa, o grupo apresenta ritmos como maracatu, frevo, baião, ijexá e samba, explorando os mais diversos sons, formas e técnicas de composição. Atualmente o grupo se dedica à gravação de seu segundo disco “Músicas de Rádio” e ao projeto Sai da Toca, levando as apresentações do QN Quarteto para as ruas.
Dia 30 de agosto, domingo, às 17h.

SERVIÇO
Quinta Edição do Festival Jazz na Fábrica – De 6 a 30 de agosto de 2015.
SESC Pompeia – Rua Clélia, 93.
Telefone para informações: (11) 3871-7700
Não tem estacionamento.
Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br

Sem mais artigos