Como diz Dinho Ouro Preto no release de apresentação do álbum ‘Disco Novo’, de Kiko Zambianchi, “finalmente o disco novo. Eba!”. Os fãs de Kiko finalmente podem comemorar. Depois de 10 anos longe dos discos, mas não dos estúdios e de seu inseparável violão, ele lança seu CD pela Abril Music.

É um trabalho explosivo, com baladas insuperáveis – “Upgrade”, “A Nossa Música”, “Noite de Espera” e “Tudo É Possível” (já gravada pelo Surto).

Também a preferida de Dinho Ouro Preto, “A Nave que Ninguém Viu”, e músicas mais pesadas, “meio psicodélicas, tanto nos arranjos quanto nas letras” (como diz Dinho), como “Norte e Sul”, “Nirvana Psicodélico” e “Hoje Eu Tô Bem Pra Sempre”.

Neste show no Espaço Urbano, em são paulo, no próximo dia 20/06 – o primeiro da turnê Disco Novo em São Paulo –, Kiko Zambianchi (guitarra e voz) mostra músicas do CD e antigos sucessos como “Rolam as Pedras” e “Primeiros Erros”, acompanhado por Paulo José Checoli “Binga” (teclados), Alec Haiat (guitarra), Flipi Sordonha Basei (bateria), Luiz Batista “Mano” (baixo). E conta ainda com a participação especial dos amigos Dinho Ouro Preto no show e Fê Lemos nas picapes.

“Agora chega de rasgar seda, afinal o disco fala por si. Kiko merece toda sorte do mundo. Vai que é tua! Parabéns e boas vibrações.”, finaliza Ouro Preto.

Sem mais artigos