Kim Shattuck, baixista que tocou com os Pixies depois de Kim Deal abandonar o grupo, falou sobre o fato de ter sido despedida no mês passado: “preferia que tivessem me despedido pessoalmente, cara a cara, mas eles são boas pessoas!”, explicou ao NME, revelando que foi o manager da banda que lhe comunicou a decisão por telefone.

A baixista diz que tinha um acordo verbal de que continuaria com os Pixies durante a turnê de 2014 e que a notícia a pegou desprevenida: “fiquei surpreendida. Tudo corria bem, as críticas eram todas boas e os fãs simpáticos. Me despedi deles no aeroporto e na manhã seguinte o manager me ligou e disse: ‘a banda decidiu prosseguir com outro baixista’. Fiquei chocada”.

Apesar de não conseguir encontrar uma razão específica para ter sido despedida, Shattuck afirma: “fiquei com a impressão que são ainda mais introvertidos do que eu. Ninguém falava de assuntos profundos, pelo menos não abertamente. Em um show no Mayan em Los Angeles fiquei muito entusiasmada e saltei para a plateia. Sei que não gostaram disso. Quando saí de palco, o manager me disse para não fazer aquilo novamente. Eu perguntei se era para minha segurança pessoal, mas ele respondeu: ‘não, é porque os Pixies não fazem isso”.

A banda já escolheu uma substituta para Shattuck: Paz Lenchatin, que tocou com Billy Corgan e A Perfect Circle

Sem mais artigos