Lana Del Rey está na capa da próxima edição da americana Rolling Stone. Bom, não exatamente porque ela quer.

Na matéria em que anuncia a entrevista de capa com a musa de Ultraviolance, eles contam que ela tentou cancelar tudo no meio da conversa com o jornalista Brian Hiatt: “Eu não tenho certeza se eles [a revista] deveriam publicar esta história. Eu sinto que talvez nós deveríamos esperar até ter alguma coisa boa sobre o que falar. Você entende? Eu apenas desejo que você pudesse escrever sobre outra coisa. Deve te outra pessoa pra estar na capa. Tipo, tem que ter. Qualquer um”.

Mas Lana acabou indo até o fim e se abriu para a publicação, comentando que colegas de show bussiness se afastaram dela depois daquela altamente criticada apresentação no Saturday Night Live, e de como é egoísta em relação as suas músicas: “Eu não quero que eles ouçam isso de forma alguma. (…) Não é da conta deles!”.

Ela também conversa sobre aquela polêmica entrevista que deu para o The Guardian, em que disse que “gostaria que já estivesse morta” e declarou: “Eu acho que a maioria das pessoas que me conhecem percebem que eu meio que quero me matar de qualquer jeito”. Pesado, né?

Abaixo, veja e a capa da edição que traz Lana:

 

Lana Del Rey está na capa da Rolling Stone americana: "Tem que ter outra pessoa para estar na capa; qualquer pessoa"

Sem mais artigos