Lollapalooza2d (1 de 1)-2

(Foto: Marta Ayora) Pearl Jam no Lollapalooza

Neste sábado, 24, o Pearl Jam encerrou o 2º dia do festival Lollapalooza, em São Paulo, e mostrou que está mais vivo do que nunca. Em uma apresentação de 25 músicas e duas horas e vinte minutos de duração, Eddie Vedder e cia provaram que continuam sendo relevantes e importantíssimo para o rock, em som e atitude.

Entre os hits Black, Even Flow, Jeremy, Do The Evolution, Better Man, Once e Alive, que já eram esperados pelos fãs e foram tocados no show, uma das grandes surpresas foi a aparição de Perry Farrell ao palco. Junto do grupo de Seattle, o criador do Lollapalooza cantou a música Mountain Song, do Jane’s Addiction. O Pearl jam também tocou Comfortably Numb, do Pink Floyd e Baba O’Riley, do The Who.

Eddie Vedder, comunicativo e engajado como é, discursou ao público sobre os índios norte-americanos terem ido às ruas dos EUA exigindo leis mais rígidas para o controle de armas. Ele também falou sobre ecologia e apoio às mulheres.

Em certo momento de querer agradar aos brasileiros, Vedder disse: “O Brasil é a capital mundial do rock’n roll”. O público, que estava assistindo a uma grande aula do gênero, foi à loucura.

Vedder para presidente!

Pearl Jam no Lollapalooza Brasil 2018

Lollapalooza 2018: 'Brasil é a capital mundial do rock', diz Eddie Vedder em show do Pearl Jam

Sem mais artigos