A noite de 1º de setembro foi de premiação do Grammy Latino em Los Angeles. Maria Rita foi a brasileira que brilhou. Com quatro indicações, a cantora recebeu o troféu de revelação do ano, melhor disco de MPB e, em nome de Milton Nascimento, recebeu o troféu de melhor música brasileira, “A Festa”. A música foi composta pelo cantor especialmente para Maria Rita.

Se por um lado a cantora brilhou brilhou e foi a única brasileira a receber um Grammy Latino nas categorias gerais, Tom Capone, produtor brasileiro que concorria a cinco prêmios (o brasileiro que já teve mais indicações no Grammy Latino, diga-se de passagem), saiu com as mãos vazias.

O prêmio de gravação, ao qual Maria Rita também concorria, acabou ficando com Alenjandro Sanz, que não parou por aí. O cantor também levou os prêmios de canção do ano (com “No Es Lo Mismo”), de vocal pop masculino e pelo disco.

Sem mais artigos