Miley Cyrus está envolvida em uma nova polêmica. A cantora, que lançou na última segunda-feira (3) o single We Can’t Stop, foi acusada de apologia ao uso de drogas pela letra da canção.

As informações são do site TMZ. Segundo o tabloide, a gíria ‘dancing with Molly’ (dançar com Molly), presente no refrão da faixa, se refere ao consumo da droga ecstasy.

Já em outra parte da música, Miley canta: “trying to get a line in the bathroom” (tentando arrumar uma carreira no banheiro). Desta vez, a droga citada é a cocaína.

Até o momento, a cantora ainda não se pronunciou sobre as acusações. Porém o produtor da faixa negou que a música faça apologia ao uso de drogas e disse que a frase correta é “dancing with Miley” (dançando com Miley) e não “with Molly” (com Molly). 

Ouça We Can’t Stop: 


Sem mais artigos