Bono

Uma das maiores flopadas de 2014 foi o álbum do U2Songs of Innocence, que deixou meio mundo bravo com a banda quando as pessoas, sem saberem, viram as músicas novas dos irlandeses em seus celulares. Mas uma pessoa ainda não superou a ação: o deputado russo Alexander Starovoitov. Segundo o The Guardian, ele acredita que essa ideia de distribuição foi proposital para promover a propaganda gay aos menores de idade, que é crime na Rússia.

Tudo isso por causa da capa do disco, em que mostra o baterista Larry Mullen sem camisa e abraçado com o seu filho de 18 anos. O deputado entrou com um processo contra a Apple, que terá que interromper a operação na Rússia por um período de 90 dias, ou precisará pagar uma quantia de até um milhão de rublos. Aff!

1035x1035-large

 

Sem mais artigos