Nesta terça (25), São Paulo completa 457 anos de idade. Apesar de ter quase meio milênio, é uma cidade que não gosta de ficar muito presa ao passado.

Isso fica bem evidente na cena musical local, sempre lançando novos artistas, produtores e DJs. Além das centenas de nomes que vêm de outras cidades e estadosse estabelecer aqui em busca de maiores contatos e oportunidades.

Para homeangear a cidade, reunimos dez artistas da nova safra paulistana, gente que 1) está lançou recentemente ou está para lançar singles e discos; 2) tem dado muito o que falar na mídia e no cenário musical.

THIAGO PETHIT

O auto-intitulado “príncipe Pethit” é sensação da nova MPB, faz música delicada e intimista, toca cover de Lady Gaga e já apareceu no programa Altas Horas. Ex-aluno do colégio Equipe, Thiago lançou o álbum Berlim, Texas em 2010.

Thiago Pethit – Mapa-Múndi

 

  

LURDEZ DA LUZ 

Ex-integrante do Mamelo Sound System, a MC é quase da capital (é do ABC). Mas seu rap solto e gingado já ganhou fama por toda a cidade, graças a faixas ótimas como Andei, de seu primeiro EP. O álbum de estreia sai em 2011.

Lurdez da Luz – Andei

CÉREBRO ELETRÔNICO

Liderado pelo DJ e músico Tatá Aeroplano, essa banda faz rock com efeitos lisérgicos e referências de sonoridades dos anos 70. Seu terceiro álbum, Deus e o Diabo no Liquidificador, saiu em 2010.

Cérebro Eletrônico – Garota Estereótipo

EMICIDA

O MC que caiu na boca do povo graças a uma sucessão de faixas e mixtapes de qualidade impressionante. Emicida está entre quatro artistas brasileiros confirmados para o festival americano Coachella.

Emicida – Emicídio

HOLGER

Cabe muita coisa no caldeirão dessa banda de São Paulo: de carimbó a guitarras distorcidas. Essa originalidade já levou a banda para shows nos EUA e Canadá. O primeiro álbum saiu em 2010 e leva o divertido nome de Sunga. 

Holger –  Let’em Shine Below

Sem mais artigos