Se para alguns grupos o lançamento de coletâneas ao vivo é uma forma garantida de ganhar dinheiro, para a banda mineira Pato Fu é um modo de remodelar canções antigas.

Isso é mostrado nas 19 faixas do CD “MTV Ao Vivo” (22 no DVD, que também traz extras escondidos, segundo a vocalista Fernanda Takai). As novidades chegam às lojas na próxima segunda-feira (29).

“Em vários aspectos, não somos convencionais. Na hora de gravar fazemos tudo separado e, ao final, tem músicas que nem tocamos juntos”, contou o guitarrista e compositor John em entrevista concedida na quinta-feira.

Para o novo álbum, porém, eles tiveram de ensaiar durante duas semanas para os dos dois dias de gravação no Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). “Nesse disco tivemos que tocar mais juntos”.

Apesar do baixista Ricardo Koctus reclamar de alguns atrasos durante os ensaios, John aproveitou para lembrar os bons momentos. “A Fernanda sempre fazia umas ‘happy hours’ que alegravam a todos. Ela aparecia lá com um champanhe e todo mundo ficava alegre, naquela de ‘vamos tocar mais uma!”‘.

SOLO DE SERROTE

O destaque do trabalho é a participação especial nada óbvia da dupla gaúcha Tangos & Tragédias — que faz o espetáculo musical/teatral homônimo há 18 anos. Por conta da parceria, a música “Eu” ganhou um solo de serrote.

“Conhecemos os dois em 1996 quando gravávamos nosso primeiro disco. Sempre pensamos em fazer algo especial algum dia. Ficamos torcendo pra ninguém chamar antes. Ainda bem que ninguém chamou”, afirmou John, rindo.

Há ainda quatro novas composições em “MTV Ao Vivo”: “Me Explica”, “Por Perto”, “Não Mais” e “Nada Pra Mim”. “Quisemos colocar um bom número de inéditas porque disco ao vivo no Brasil tem tendência a ser como um ‘disco de carreira”‘, explicou Fernanda.

A banda afirmou que não houve brigas nem longas discussões para decidir o repertório do trabalho. “Fizemos listas de nossas músicas preferidas, aí fomos vendo as que estavam em todas as listas. Depois colocamos umas que nem foram citadas também”, contou a vocalista.

A MTV convidou o Pato Fu já pensando na série ao vivo, sem nem questionar a banda a respeito de um “Acústico” — formato mais bem aceito pelo público e rádios.

“Nem pensamos nisso (em fazer um acústico). Até mesmo pela origem da banda — somos essencialmente acompanhados por elementos eletrônicos”, explicou Fernanda.

Sem mais artigos