Após anos usando roupas largas e longas, Billie Eilish acredita que seja a hora de algo novo. Pela primeira vez, ela se despiu das peças que “escondiam” seu corpo e abraçou uma estética pin-up que já tanto gostava. Para a capa de Junho da Vogue Britânica, Billie aparece como nunca havia sido vista: de lingerie, corset, retomando o poder para si.

“Eu amo essas fotos e amei fazer esse ensaio fotográfico. Faça o que você quiser, quando quiser. F*da-se o resto”, declarou a artista de 19 anos em seu Instagram ao compartilhar os novos cliques, que revelaram que ela possui uma tatuagem – até então secreta – que cobre parte da coxa até a barriga.

O ensaio, feito pelo fotógrafo Craig McDean, teve como inspiração a modelo Betty Brosmer e os trabalhos dos fotógrafos Horst P. Horst e Elmer Batters. Foram usados tons mais suaves, neutros, “e claro, o rosa… quase uma antítese do que ela fazia anteriormente”, explicou a diretora de estilo da revista, Dena Giannini. E o conceito foi idealizado pela própria Billie.

“De repente, você é uma hipócrita se quer mostrar seu corpo, é ‘fácil’, uma vagabunda, uma prostituta. Se eu sou, tenho orgilho. Eu e todas as garotas somos vagabundas e f*da-se, sabe? Vamos resignificar isso e nos empoderar. Mostrar seu corpo e sua pele – ou não – não deveria tirar o respeito de você”, reforça a cantora.

Para ela, é sobre “se sentir bem” consigo.

Eilish já previu que poderia ser questionada sobre o uso do corset: “‘se você é a favor do ‘body positivity’ [moviemento de positividade corporal], por que usar um corset? Por que não mostrar seu corpo real?'”. Ela então responde: “meu negócio é: eu posso fazer o que eu quiser”.

Era “Happier Than Ever”

O segundo álbum de Billie, “Happier Than Ever”, está previsto para o dia 30 de Julho. De acordo com sua entrevista, é um material sobre “amadurecimento e perceber seu real valor”. Ela se orgulha deste novo trabalho: “cresci tanto e minha voz melhorou de uma forma que é louco pensar nisso… Acho que a mudança é um dos melhores presentes do mundo”.

O primeiro single desta nova era é “Your Power”, “uma carta aberta às pessoas que tiram vantagem das outras – majoritariamente homens”, explicou. Ela não quer que os fãs tentem “descobrir” sobre quem é a música, mas que ouçam sua mensagem.

Quando mais jovem, a artista relata que já passou por uma situação de abuso, mas preferiu não compartilhar os detalhes.

“Você pode pensar: ‘é porque ela está na indústria musical’ – não, cara. Isso acontece em todos os lugares”, afirmou. “Não conheço uma garota ou mulher que não tenha passado por uma experiência estranha ou muito ruim. E homens também – [pessoas tentam] tirar vantagens de meninos constantemente”.

Preparada para possíveis críticas sobre seu ensaio, Billie já tem a resposta caso alguém pergunte “você vai reclamar sobre terem tirado vantagem de você quando era menor, mas vai mostrar seus peitos?”

“Sim, eu vou, filho da p*ta. Eu vou porque não tem desculpa [para o abuso]”.

Sem mais artigos