Ainda nem foi lançado oficialmente a música Baby’s Got a Temper, do Prodigy ,e o grupo já causa polêmica.

A faixa foi proibida nas rádios americanas e inglesas por causa da referência ao remédio Rohypnol, um forte tranquilizante usado como droga com efeito tranquilizante e hipnótico.

A polêmica gira em torno do refrão, “We love Rohypnol/ She got Rohypnol/ We take Rohypnol/ Just to forget it all…”, referenciando o uso do remédio.

Na Inglaterra na ‘Rádio 1’ a canção tem seu refrão substituído por sons de guitarra. “Nós sempre temos uma abordagem responsável com as músicas que tocamos”, declarou um porta-voz da rádio britânica. No país a droga é conhecida como “date-rape drug”, a droga do estupro.

Keith flint, vocalista da banda, responde a declaração da rádio: “A faixa não é sobre a drogas, do mesmo modo como ‘Firestarter’ não é uma música sobre incêndios. É sobre a vida real. Não estamos falando: ‘Sim, somos punks, tomamos drogas’. É uma reflexão sobre a vida”.

O single oficial da faixa sai em 1º julho nas versões Main Mix, Dub Mix e Instrumental, e ainda uma versão acapella em vinil.

O clipe da música, gravado em Praga sai em DVD, já está disponível na internet e entra na programação da MTV americana na próxima semana.

O produtor do vídeo, Liam Howlett, comunicou a imprensa: “Fizemos muita bagunça numa estação elétrica, em Praga. No clipe estamos tocando numa arena com vacas leiteiras, enquanto três caras estão trabalhando no lugar. Ninguém pode entrar na arena com as vacas. O leite sai por tubos sem contato manual”

“Always Outnumbered, Never Outgunned”, título provisório do álbum, não tem data para sair por estar ainda em fase de produção.

Sem mais artigos