O produtor musical Quincy Jones processou os gerentes do patrimônio de Michael Jackson por falta de pagamento de direitos autorais por ser o autor de alguns dos sucessos do cantor.

Segundo divulgado pela imprensa norte-americana, o processo apresentado ontem por Jones pede US$ 110 milhões aos herdeiros do rei do pop em compensação pelos “danos sofridos”.

De acordo com Jones, os encarregados pelo patrimônio “modificaram” parte da música que o produtor fez para Michael Jackson, privando-o assim do pagamento de direitos autorais e outros lucros.

Jones acusa também os gerentes do patrimônio do cantor e a gravadora Sony de romper um acordo que concedia a ele “os direitos para trabalhar com gravações originais de Jackson”.

Produtor de músicas como Off the wall e Thriller, Jones pediu ainda que os herdeiros do astro pop “entreguem uma apuração completa de seus lucros” para determinar o quanto é devido.

Sem mais artigos