A rede de lojas norte-americana Target anunciou que se recusou a vender o novo álbum de Beyoncé. A revendedora afirmou que tomou a decisão pelo fato de estar focada apenas em artistas que não dêem prioridade aos formatos digitais em detrimento do físico.

Beyoncé lançou inesperadamente o seu novo álbum de título homônimo durante a semana passada (13 de dezembro) com exclusividade no iTunes. Em uma entrevista à revista Billboard, um representante da Target afirmou que a cadeia não irá vender o álbum pois não se quer focar em artistas que dão prioridade ao digital e esquecem o formato físico.

O novo registo de Beyoncé bateu os recordes do iTunes, atingindo 828.773 de cópias vendidas em apenas três dias, tornando-se assim no álbum mais rapidamente vendido da história do iTunes. O registo ocupou ainda a primeira posição de vendas em 104 países.

Sem mais artigos