O Rei Roberto Carlos abriu show na noite deste sábado (25) com a música Emoções, como ele tradicionalmente faz, e logo no início afirmou: “Estar aqui é meu melhor presente de Natal”. 

Por mais de duas horas, o cantor mostrou com seus versos e sua música por que é chamado de “Rei”. Foi difícil não se emocionar e quase impossível não cantar junto com o artista pelo menos um dos inúmeros sucessos apresentados na noite de Natal (25), na Praia de Copacabana. 

Segundo Publicidade os organizadores, o público teria chegado a 1 milhão, mas, de acordo com a Polícia Militar, cerca de 400 mil pessoas participaram do evento.

Depois de Emoções veio o hit Além do Horizonte, cantado em coro pelo público. Roberto aproveitou para agradecer o prefeito do Rio, Eduardo Paes, pela oportunidade de se apresentar em Copacabana e se desculpou por ter que usar um banco para se apoiar durante o espetáculo. Dizendo que “tudo fica mais difícil quando não se tem 35 anos”, ele contou ao público que não poderia fazer todo o show de pé porque teria sofrido um acidente de moto recentemente.

Em seguida, o Rei fez uma homenagem ao bairro que serviu de palco para o cantor neste sábado. “Quando cheguei ao Rio, meu sonho era morar em Copacabana”, revelou, emendando uma versão de Copacabana, Princesinha do Mar.

A primeira artista a dividir o palco com o Rei foi a sertaneja Paula Fernandes, com quem Roberto travou uma espécie de diálogo musical. “Quero convidar ao palco uma cantora muito especial. Ela tem um estilo inconfundível e além de tudo é linda”, elogiou Roberto Carlos.

Ao anunciar a canção Lady Laura, composta em homenagem à mãe de Roberto, que morreu em abril deste ano, o cantor se emocionou e afirmou: “canto ainda com muita alegria, mas agora também com saudade”.

Depois foi a vez de a dupla Bruno e Marrone fazer uma participação especial no show. Logoapós a primeira música cantada em conjunto, o Rei aproveitou para fazer piada com o nome dos intérpretes sertanejos, arrancando risos da plateia. “Por que Marrone e não ‘azulone’?”, indagou Roberto, que não gosta da cor marrom, mas é fã de azul.

Após se apresentar com o grupo Exaltasamba, Roberto voltou a cantar o refrão de Além do Horizonte, agora acompanhado da bateria da escola de samba Beija-Flor, com as mãos balançando no alto. O cantor aproveitou para elogiar a beleza da rainha de bateria Raíssa e declarar seu carinho à agremiação, que vai homenagear o Rei no próximo Carnaval.

Roberto encerrou o espetáculo cantando Noite Feliz com o coral de 200 crianças da Escola de Música da Rocinha. E logo depois, com a ajuda do público, terminou a noite cantando Jesus Cristo em ritmo de samba, junto com a bateria da Beija-Flor. No telão, a imagem do Cristo Redentor, emoldurava o palco, enquanto o cantor jogava rosas brancas e vermelhas para o público.

O show faz parte da programação de fim de ano da TV Globo. A pedido do Rei, muitos fãs vestiram suas cores preferidas, azul e branco.

Rei emociona 400 mil em apresentação na praia de Copacabana

Sem mais artigos