O cantor brasileiro Roberto Carlos se apresentará nesta quarta-feira em Jerusalém diante de cerca de cinco mil pessoas, em um show que realizará 43 anos após sua última visita a Israel para a gravação do filme “Roberto Carlos e o diamante cor-de-rosa”.

O “Rei” subirá ao palco às 20h locais (14h de Brasília) com uma orquestra de 20 músicos nas Piscinas do Sultão, um espaço aberto aos pés da antiga cidadela amuralhada.

Com 57 discos, que no total venderam 120 milhões de cópias, três prêmios Grammy e 12 filmes, Roberto Carlos confessa estar emocionado por sua visita à Terra Santa.

Na noite desta quarta-feira, Roberto Carlos cantará em hebraico, inglês, italiano, espanhol, português.

O concerto será gravado pela TV Globo e será transmitido para 115 países um dia depois, além de ser editado em vídeo e áudio no final do ano.

Cerca de 1.500 dos presentes ao concerto são brasileiros, que compraram a entrada dentro de uma viagem turística aos principais locais da Terra Santa.

Roberto Carlos se reuniu ontem durante meia hora com o presidente israelense, Shimon Peres, que lhe pediu que entoasse um pedaço de Emoções e outro de Amor e mais amor, o primeiro tema que cantou em público, quando tinha apenas nove anos.

Peres disse que “sua voz chegou a Jerusalém antes de seu corpo”, ao que o cantor respondeu com um elogio à vitalidade do chefe de Estado e Prêmio Nobel da Paz a seus 88 anos.

“Do fundo do meu coração, quero dizer umas palavras em hebraico: Shalom aleinu kol haolam (paz para nós e para todo o mundo)”, assinalou Roberto Carlos.

Sem mais artigos