(Foto: divulgação) Samuel Rosa

Embora a música clássica e o rock sejam estilos totalmente distintos, eles sempre dialogaram bem. Artistas como Beatles, The Who, Deep Purple e Metallica já provaram isso unindo os dois universos em trabalhos específicos. Agora é a vez de Samuel Rosa, do Skank, Rodrigo Suricato, do Suricato e Barão Vermelho, e a guitarrista Lari Basilio se juntar à Orquestra Juvenil Heliópolis para mostrar que essa união é mais do que bem vinda.

O encontro acontecerá no show gratuito Sinfonia Samsung Rock Vol. 2 neste domingo, 27, às 18h no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Em exclusiva ao Virgula, Samuel Rosa falou sobre essa essa junção de estilos que tem dado certo: “Em alguns momentos pontuais, a fusão entre o rock e a música erudita é muito feliz. Desde os anos sessenta o rock já flertava com o gênero. Depois veio a fase da psicodelia e do progressivo que se aproximaram mais da música clássica, até chegar na onda das óperas-rock”. 

“Mesmo no Skank já contamos com arranjos de cordas, violinos e instrumentos que compõe uma orquestra sinfônica. O álbum ‘Carrossel’, por exemplo, foi o que mais usamos essa ‘cama sonora orquestrada'”, conta o músico mineiro, que não deixará de fora canções de sua banda na apresentação. “Vou cantar a música ‘Dois Rios’ e vai ser interessante porque a original dela no álbum ‘Cosmotron’ não possui cordas“, diz.

O projeto homenageará os maiores hits do rock internacional e nacional, e Samuel aproveita para dar alguns spoilers: “Também cantarei ‘Wonderwall’, do Oasis, que é um hino da minha geração dos anos noventa, e uma do Jorge Ben Jor que é um cara que admiro muito. Mas haverá muitos outros convidados, então o repertório será grande”.

(Foto: divulgação)

SERVIÇO:

Sinfonia Samsung Rock em SP 

Quando: Dia 27 de maio, domingo, a partir das 18h
Onde:Plateia externa do Auditório Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera)
Quanto: Grátis

Shows mais esperados de 2018:

Sem mais artigos