Há cerca de duas semanas, o Google ameaçou legalmente o site YouTube-MP3.org, especializado em converter os vídeos do YouTube em arquivos MP3. Agora, o site pretende contra-atacar com 300 mil assinaturas e um time reforçado de advogados.

Com cerca de 1,3 milhão de acessos por dia, o YouTube-MP3 converte qualquer vídeo do YouTube em arquivos mp3 com apenas um clique.

Em declaração ao Torrent Freak, Philip Matezans, dono do site, defendeu a legalidade do serviço e comemorou o apoio dos internautas, que em algumas horas fizeram a petição atingir mais de dois terços da meta final.

“Eu não esperava um retorno tão positivo”, disse o alemão, de apenas 21 anos. “E não se baseia em nenhuma cobertura da mídia, e sim na força de vontade dos usuários do site, que estão espalhando o assunto por aí. Já conseguimos superar outras petições que tiveram divulgação na imprensa internacional”.

Até a publicação desta nota, o Google não se manifestou sobre o assunto.

Sem mais artigos