Amada por uns, odiada por outros. Isso não parece incomodar muito a viúva de John Lennon, Yoko Ono, que está no Brasil para divulgar sua exposição (Yoko Ono – Uma retrospectiva) e se apresentar em São Paulo, com a performance de Uma Noite Com Yoko (com projeções, música e sua atuação no palco).

Quando veio ao Brasil pela primeira vez, em 1998, Yoko declarou: “Eu era artista antes de John, fui artista durante os anos que vivemos juntos e sou artista agora”, deixando claro que falar sobre Beatles pelo resto da vida não é algo que ela almeja. É essa arte anterior à fama que ela traz à capital paulista.

Seu trabalho questiona o conceito e os objetivos da arte e derruba as barreiras tradicionais entre as várias demonstrações artísticas. A exposição apresenta elementos básicos decisivos na sua carreira, tão ampla e diversificada.

A arte está presente na vida de Yoko desde quando era pequena. Mas foi nos anos 50 que ela ganhou destaque na cena. Se mudou para Nova York e fez de seu loft um ponto de encontro onde artistas realizavam performances de modo bem independente. Sua estréia em exposições aconteceu em 1961, na AG Gallery.

Durante os anos 60 e 70 foi uma das artistas que desenvolveu uma arte de vanguarda, período no qual criou o movimento “Fluxus”, ligado também à música.

Com a arte, ela conquistou Lennon

Se por um lado, trabalhos de instrução, que insinuam ou questionam certos princípios conceituais ocultos na obra de arte, de outro, há os trabalhos narrativos baseados na objetividade, expressando a visão crítica de Yoko Ono. São cerca de 80 obras, entre objetos, fotos, filmes, música e instalações, que tentam mostrar o que Yoko produziu em meio século.

Foi justamente a arte anterior aos Beatles que uniu Yoko e Lennon. Ele conheceu a artista ao visitar uma exposição dela em 1966. Na exposição a obra Ceiling Painting (uma instalação onde uma escada conduz o observador até um vidro no teto onde há uma lupa presa para que se leia a pequena inscrição “Yes!”) chamou a atenção de John Lennon, que acabou financiando a próxima instalação de Yoko.

Três anos depois, os dois se casariam e a parceria renderia muitas composições e desavenças entre Lennon e a banda. Se você é desses que culpa Yoko pelo fim dos Beatles, deixe isso de lado por um momento para conhecer a artista Yoko, a que conquistou Lennon.

Serviço:
Yoko Ono – Uma Retrospectiva
Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Álvares Penteado 112, Centro
De 10 de novembro a 3 de fevereiro de 2008
Terça a domingo, das 9h às 20h
Entrada franca
Mais informações pelo telefone: (11) 3113-3651/3652

A performance Uma Noite com Yoko
Teatro Municipal
Data: 8/11, às 21h
Ingressos de R$ 60 a R$ 200
Informações: (11) 3222-8698

Yoko Ono faz restrospectiva da carreira e se apresenta em São Paulo

Sem mais artigos