A segunda edição do Z Festival, um dos principais festivais de música voltados para o público jovem, aconteceu em São Paulo, na noite desde sábado (29), na Arena Anhembi, com shows de grandes nomes do pop-rock adolescente, como as bandas McFly e The Wanted, além da cantora Demi Lovato

Para animar o pequeno público que chegava ao local do evento, a primeira atração do Z Festival 2012 foi Rock Bones, banda do seriado argentino Peter Punk, exibido pelo Disney XD, e estrelado por pelo vocalista Juan Ciancio. O grupo mostrou algumas canções da trilha sonora do seriado, como Superrealidad e Es Una Sensación

Yellowcard e seu ‘pop punk’ da década de 90 

Destoando do perfil das demais atrações, o Yellowcard é a banda com mais tempo de estrada, maior maturidade e donos dos riffs de guitarra mais pesado desta edição do Z Festival. O grupo norte-americano, que faz parte da segunda geração do “pop punk” popularizado por nomes como Green Day e Blink 182, mostrou em sua quarta passagem pelo Brasil as faixas de seu novo disco, Southern Air

O Yellowcard subiu ao palco com a presença do violinista Sean Mackin, que foi diagnosticado com câncer de tireoide no último ano, e ainda segue em tratamento. O grupo mostrou as faixas Awakening, Rough Landing, Holly, Breathing, With You Around. Em Ocean Avenue, o destaque ficou por conta de Mackin, que empunhando seu violino deu muitos saltos e agradou os presentes. 

O quarteto de Nashville e um cover de Katy Perry 

Formado em 2005, no estado norte-americano do Tennessee, por Ryan Follese (vocal), Nash Overstreet (guitarra), Ian Keaggy (baixo) e Jamie Follese (bateria), o Hot Chelle Rae é uma banda que reúne influências de pop rock e hip-hop. Terceira atração da noite, os garotos subiram ao palco com seu ‘visual de roqueiro descolado’, para mostrar as faixas de seu novo disco, Whatever

A pegada pop de faixas como The Only One, Lovesick Electric e Why Don’t You Love Me (em parceria com Demi Lovato) arrancaram gritos das garotas que animadas grudadas na frente do palco. Porém, o destaque do show ficou por conta de um cover da famosa Teenage Dream, de Katy Perry, acompanhada com muito entusiasmo pela plateia. 

Na sequência, o vocalista Ryan Follese chamou duas fãs para subir ao palco. As garotas foram convidadas para cantar alguns trechos de I Like It Like That, originalmente gravada com a dupla de hip-hop New Boyz, e que rapidamente se tornou o maior sucesso do Hot Chelle Rae.

A única mulher da noite, Demi Lovato mostrou sua força

A cantora norte-americana faz parte da geração de artistas revelados em seriados da Disney, como Jonas Brothers, Miley Cyrus, Selena Gomez, e os novatos Rock Bones. Em sua segunda passagem pelo Brasil em 2012, Demi mostrou que possui muitos fãs por aqui – mesmo em uma noite dominada por bandas formadas por garotos ‘galãs’. 

Com a turnê Give Your Heart a Break, a cantora mostrou as faixas do álbum Unbroken (2011), produzido por Timbaland e influênciado em nomes como Rihanna e Beyoncé.  Em português, Demi agradeceu ao carinho fãs brasileiros e disse que gosta muito de se apresentar por aqui. 

Nas músicas Catch Me e Don’t Forget, ela mostrou habilidade e tocou violão e guitarra. Já em Skyscraper, sentou-se ao piano e se emocionou com a recepção do público. Durante a canção, muitos fãs levantaram cartazes com a frase Stay Strong, que tornou-se famosa durante o período em que ela estava na reabilitação. 

Os donos da noite: McFly 

O McFly é uma banda britânica de pop rock formada por Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter e Harry Judd. Com uma plateia completamente enlouquecida, que não poupou as cordas vocais com gritos ensurdecedores, os meninos assumiram o palco ao som de Nowhere Left to Run

Com a turnê do disco Above the Noise (2010), o McFly foi disparada a atração mais simpática do festival. Sem mostrar cansaço, os garotos dançavam e rebolavam e provocando as fãs, que retribuíam com muitos e animados gritos. Além das brincadeiras, o show teve espaços para covers: um trecho de Garota de Ipanema foi apresentado e uma versão de Living On a Prayer, do Bon Jovi

Muito ligados aos fãs, os garotos incluíram a faixa No Worries no repertório, após muitos pedidos que recebidos nas redes sociais. “Não tocamos esta música na Inglaterra. Como vocês sabem a letra?”, perguntou o baixista Dougie Poynter, após apresentarem o single Love Is Easy. “Nós amamos vocês. Até a próxima!”, disse o vocalista ao palco e uma multidão de fãs pedindo bis. 

“Glad You Came”, apesar do McFly 

Escolhidos para fechar a noite, os garotos do The Wanted viram uma boa parte do público deixar a Arena Anhembi após o show da banda McFly. Apesar disso Jay McGuinness, George Max, Nathan Sykes, Siva Kaneswaran e Tom Parker mostraram que também têm fãs atrevidas: não foi pequeno o número de sutiãs, calcinhas, cartas e bichos de pelúcia arremessados no palco. 

Em sua segunda passagem pelo Brasil, a primeira foi em 2011 quando abriram os shows de Justin Bieber, os meninos mostraram as faixas do álbum Battleground (2011). Porém, o ponto alto da noite ficou por conta do cover dos conterrâneos do Coldplay. Versões de Viva La Vida, Paradise e Fix You foram acompanhadas com entusiasmo pelo público. 

Os hits Glad You Came, Chasing The Sun, All Time Low e Lightning também foram recebidos com emoção pelos fãs. Ao contrario das outras atrações da noite, os garotos não pegam em instrumentos durante quase todo o show, com exceção para o momento Coldplay. Em mais uma típica noite fria em São Paulo, o The Wanted encerrou a segunda edição do Z Festival, passando de coadjuvantes a headliner em apenas um ano. 

Sem mais artigos