clinic-doctor-health-hospital

Pexels

2016 foi um ano difícil e muita gente tem certeza que envelheceu consideravelmente do começo do ano para cá, por causa de todo o estresse vivido.

Porém, todas as rugas que adquirimos nesses últimos 12 meses podem ser revertidas, de acordo com a ciência. Seriam boas notícias em 2016? Seria isso sequer possível?

Cientistas do Salk Institute, em La Jolla, na Califórnia, estão dizendo que o processo de envelhecimento pode ser reversível, de acordo com uma reportagem publicada pelo jornal The Guardian.

Esses pesquisadores encontraram uma nova forma de terapia genética que produziu um efeito rejuvenescedor em ratos. Depois de um tratamento de um mês e meio, os ratos estavam com aparência mais jovem, melhora na saúde cardiovascular, coluna mais reta e vivendo 30% mais.

O tratamento também ajudou os ratos a se curarem mais rapidamente após se machucarem. “Nosso estudo mostra que envelhecer precisa prosseguir em uma direção única. Com uma modulação cuidadosa, o envelhecimento pode ser reversível”, disse Juan Carlos Belmonte, que liderou o time de cientistas que fizeram a descoberta.

Pexels

Pexels 

Porém, aqui estão as más notícias: o tratamento ainda não está pronto para ser usado em humanos ainda e os cientistas disseram que ainda vai demorar cerca de 10 anos para começarem os testes clínicos.

Para sermos mais claros: a descoberta não significa que os cientistas descobriram o segredo da imortalidade. Desculpa se você pensou isso! “Nós acreditamos que essa pesquisa não nos levara a imortalidade. Ainda existem limites que vamos enfrentar em termos da reversão completa do envelhecimento. Nosso foco não é apenas a expansão da vida, mas mais importante, da saúde”, afirmou Belmonte.

De qualquer forma, é uma descoberta impressionante, não é mesmo? Aqui tem um vídeo onde os cientistas explicam tudo sobre a descoberta:

Sem mais artigos