Sintomas da doença de Parkinson começam antes mesmo dos tremores

Você ainda pode não saber disso, mas a doença de Parkinson se inicia muito antes dos tremores, o seu sintoma mais clássico. Sintomas denominados não-motores costumam se manifestar anos antes dos sinais clássicos.

 

 

De acordo com o neurologista Gustavo Franklin, a doença de Parkinson “pode começar apresentando apenas uma constipação intestinal, o famoso intestino preso, ou apenas um distúrbio do sono. Estes podem ser os únicos sinais por anos de muitos pacientes”, explica o médico.

 

Estudo recente de pesquisadores norte-americanos mostrou que cerca de 70% das pessoas que têm distúrbios do sono, principalmente os associados à fase REM, têm mais chances de desenvolverem doenças neurodegenerativas, entre elas Parkinson.

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a doença de Parkinson atinge hoje cerca de 1% da população do planeta com mais de 65 anos. Especialistas afirmam que por se tratar de uma doença progressiva, quanto mais cedo ela for diagnosticada, mais eficaz é o tratamento para proporcionar uma qualidade de vida melhor ao paciente.

Stripper decide se manter na ativa após diagnóstico de Doença de Parkinson

Stripper decide se manter na ativa após diagnóstico de Doença de Parkinson Stripper decide se manter na ativa após diagnóstico de Doença de Parkinson Stripper decide se manter na ativa após diagnóstico de Doença de Parkinson Stripper decide se manter na ativa após diagnóstico de Doença de Parkinson Anthony Catanzaro descobriu a doença aos 44 anos e chegou a pausar a carreira como consequência. Ele voltou a ser stripper graças a mudanças no estilo de vida e idas controladas ao médico Créditos: Reprodução / Instagram

Doença de Parkinson começa muito antes do sintoma mais clássico

Sem mais artigos