Doutora Thamy Motoki é especialista em cirurgia de estética vaginal

Assunto que era tabu há algumas décadas, a cirurgia estética vaginal ganha cada vez mais adeptas no mundo e tem ajudado muito na promoção de qualidade de vida das mulheres.

Mais do que trabalhar a autoestima, o procedimento ajuda a contornar alguns problemas na região que são pouco falados, como o excesso de gordura nos pequenos lábios e perda dos contornos com o avanço da idade.

Segundo a cirurgiã plástica Dra.Thamy Motoki, a ninfoplastia, também conhecida como labioplastia, é um dos procedimentos mais difundidos por tratar dos excessos dos pequenos lábios.

“A lipoenxertia dos grandes lábios também é um procedimento utilizado para tratar as perdas dos contornos vaginais. Neste procedimento realizamos o aumento dos grandes lábios vaginais com a gordura retirada da própria paciente”, explica.

Outro procedimento que vale conhecer é o tratamento para a região suprapúbica (monte Vênus). Para o excesso de gordura nesta região e atrofia dos grandes lábios, a lipoaspiração ou harmonização vaginal também entram como alternativas para os tratamentos.

“Boa parte das pacientes que procuram pelo procedimento se queixam do crescimento exagerado dos pequenos lábios. Essa hipertrofia pode causar, além do incômodo estético dificuldades para a depilação e até mesmo durante as relações sexuais”, conta Motoki.

A harmonização vaginal tem como objetivo oferecer uma estética proporcional e também promover qualidade de vida e mais confiança no desempenho sexual. Os tratamentos são indicados para maiores de 18 anos que apresentem os quadros já mencionados.

“A harmonização da região íntima abrange diversos procedimentos e uma avaliação adequada de cada paciente deve ser feita para que possa ser indicado a melhor opção”, diz a especialista.

Recuperação

O tempo de recuperação e retorno das atividades sexuais mudam com o procedimento, “Nos casos de lipoaspiração de região suprapúbica ou lipoenxertia dos grandes lábios, o tempo de recuperação é de 14 dias em média. Já na ninfoplastia este tempo é um pouco maior, em torno de 20 a 30 dias”, diz a cirurgiã.

Apesar de invasivo, o procedimento não compromete a lubrificação vaginal, “No geral, após o período de recuperação, a maioria das mulheres apresentam melhora no desempenho sexual”, conclui Motoki.

Sem mais artigos