Mohamed Boshta ficou rico ao produzir veneno de escorpião

Você largaria a sua graduação em alguma faculdade para correr atrás do seu sonho por mais bizarro que as pessoas pensassem que ele fosse? Se a sua resposta foi sim, você pode ficar milionário com isso, sabia?

O egípcio Mohamed Hamdy Boshta abandou a sua graduação em arqueologia para caçar escorpiões pelo país. Mas ele tinha um plano. E que deu muito certo.

O intuito de caçar os animais não era apenas por diversão ou hobby. Era trabalho mesmo. Boshta desenvolveu um sistema para colher o veneno dos escorpiões para começar a vender.

Ele utilizou um sistema de luz ultravioleta colorida, expondo os bichos a uma corrente elétrica e estimulando a liberação do veneno, do qual cada 1 grama pode produzir até 30 mil antídotos.

Boshta então criou a Cairo Venom Company, que conta com mais de 80 mil escorpiões em várias fazendas do Egito. Cada grama de veneno pode render até R$ 51 mil. Hoje, o egípcio exporta para a Europa e para os Estados Unidos.

Sem mais artigos