Juliette se posiciona sobre veto de Bolsonaro a distribuição de absorventes

Juliette se pronunciou nas redes sociais sobre o veto de Jair Bolsonaro a distribuição gratuita de absorventes para a população de baixa renda. Para a musa, a não distribuição destes itens impede o acesso à saúde da população.

“Quando pessoas que menstruam não têm acesso a absorvente, elas não têm acesso à saúde, à educação e a ter sua dignidade enquanto ser humano. Cobremos que o veto do presidente seja BARRADO. Em um país feito para todos, pobreza menstrual deve ser tratada com seriedade”, escreveu em sua conta no Twitter.

A decisão de Bolsonaro causou polêmica no Brasil na última quinta-feira (7). Isso porque ela promove a “pobreza menstrual”, um conceito criado pela Unicef para designar a situação vivida por mulheres que não tem acesso a recursos, infraestrutura e conhecimento para cuidar de sua menstruação.

Sem mais artigos